Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

19 Agosto de 2018 | 11h50 - Actualizado em 20 Agosto de 2018 | 07h04

Governo pretende criar plataforma logística no Luau

Luena - O governo do Moxico tenciona criar nos próximos tempos, uma plataforma Logística, no município fronteiriço do Luau, 334 quilómetros a sul da cidade do Luena, para facilitar a exportação de produtos produzidos no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Moxico: Vice - governador provincial para area politicia, economica e social do Moxico, Carlos Alberto Masseca

Foto: Kinda kyungu

A intenção foi manifestada nesta sexta – feira, pelo vice - governador provincial para o sector Político, Económico e Social, Carlos Alberto Masseca, num encontro realizado com os militantes do Comité municipal do MPLA de Benguela, que participaram numa excursão “patriótica” no Luena, em apoio ao 6º Congresso extraordinário do seu partido.

Adiantou que a construção do referido empreendimento, cuja data do inicio das obras não foi revelada, vai permitir o crescimento económico e social desta região.

O governante convidou os empresários da província de Benguela, a estenderem os seus negócios, investindo na província do Moxico, a julgar pela potencialidade industrial que a “terra das Acácias Rubras” oferece.

Por sua vez, o primeiro secretário municipal do MPLA de Benguela, Carlos Alberto Guardado, ressaltou a importância da deslocação ao leste do país, que permitiu aos excursionistas constatar em “in loco” o esforço do executivo na construção da linha ferroviária do corredor do Lobito, o que facilitou o intercâmbio com os membros do comité municipal local.

Ao reconhecer a potencialidade dos recursos naturais existentes no Moxico, comprometeu - se em divulga – lás e mobilizar os empreendedores e a classe empresarial de Benguela, para investir nesta região, principalmente com os derivados da pesca e produção do sal.

Em três dias, os excursionistas de Benguela, além de encontros de troca de experiencia, efectuaram visitas guiadas a casa da cultura, Hospital Geral e Maternidade provincial, bem como, constataram o projecto agrícola de Sacassange, paralisado há um ano.

Leia também
  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.

  • 02/02/2019 07:25:27

    Metas do Prodesi passam por financiamento bancário

    Luanda - Os bancos comerciais terão papel fundamental, através da disponibilização do crédito, nos projectos do Programa de Apoio à produção, diversificação das exportações e substituição das importações "PRODESI", argumentaram economistas ouvidos pela Angop.

  • 02/02/2019 06:20:13

    Economistas consideram oportuna revisão do OGE/2019

    Luanda - O economista Lopes Paulo considerou nesta quinta-feira, em Luanda, um imperativo a revisão em baixa do Orçamento Geral do Estado (OGE/2019), com preço referência do barril de petróleo a situar-se entre 50 a 55 dólares.

  • 01/02/2019 20:07:05

    Construção da barragem de Baynes estimada em USD 1,2 mil milhões

    Cacuso - A construção da barragem hidroeléctrica Binacional de Baynes, com início previsto para 2021, no rio Cunene, fronteira entre Angola e a Namíbia, está estimada em 1,2 mil milhões de dólares, avançou hoje (sexta-feira), em Malanje, o ministro angolano da Energia e Águas, João Baptista Borges.