Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

07 Setembro de 2018 | 12h44 - Actualizado em 07 Setembro de 2018 | 17h37

Eficiência no sector mineiro passa pela reestruturação - ministro

Soyo - A reestruturação do sector geológico-mineiro em curso no País vai melhorar a eficiência e aumentar a contribuição desta área da actividade à economia nacional, afirmou quinta-feira, na cidade do Soyo, província do Zaire, o ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Zaire: Pormenores da Fábriga -Angola LNG

Foto: João F. Cuti

Zaire: Diamantino Azevedo-Ministro dos Recursos Minerais e Petróleos

Foto: João F. Cuti

O ministro fez essa afirmação à imprensa, no final da sua visita de algumas horas ao município do Soyo, frisando que a referida reestruturação incidirá, fundamentalmente, em duas empresas pública e concessionária do sector, nomeadamente a Endiama e a Ferrangol.

Para o efeito, avançou que está em curso a preparação de todo o processo que culminará com a separação da função de concessionária, por se entender que essas empresas só se tornarão mais eficientes quando se dedicarem efectivamente ao seu objecto social.

Apontou a prospecção, exploração e o condicionamento dos recursos minerais como sendo a vocação das aludidas empresas que passam à reestruturação.

Reiterou que se pretende com a anunciada reestruturação, tornar essas empresas mais eficientes, rentáveis e que contribuam significativamente para o desenvolvimento económico sustentável do país.

Num outro desenvolvimento, o governante explicou que a criação da Agência Nacional de Petróleo e Gás é também um processo, com calendarização e programação aprovadas, tendo iniciado com a nomeação, pelo Presidente da República, da comissão instaladora e do grupo de acompanhamento da instalação da Agência.

De acordo com Diamantino Azevedo, o processo está em curso, com passos devidamente estabelecidos, augurando que o mesmo se traduza sem qualquer situação de desestabilização para que na sua efectivação traga melhorias para os sectores referenciados.

Explicou que a Agência de Petróleo e Gás veio assumir a função de concessionária nacional de hidrocarbonetos em substituição da Sonangol.

Durante a sua estada de algumas horas no Soyo, o ministro visitou a fábrica de processamento do gás natural liquefeito, Angola-LNG.
 

Leia também
  • 07/09/2018 20:54:26

    Sonagás fornece cerca de 75 milhões pés cúbicos de gás ao ciclo combinado

    Soyo - Cerca de setenta e cinco milhões de pés cúbicos de gás natural é a quantidade que a Sonagás está desde Novembro de 2017 a fornecer diariamente à central do ciclo combinado instalada no município do Soyo, província do Zaire, informou o presidente da comissão executiva da Sonagás, Mário Graça.

  • 07/09/2018 13:14:45

    Produção no Angola LNG longe de atingir capacidade instalada

    Soyo - A unidade de processamento de gás liquefeito Angola LNG, localizada no município do Soyo, com capacidade anual de 5,2 milhões de toneladas de gás natural, está a produzir actualmente abaixo da sua capacidade instalada, segundo o ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo.

  • 06/09/2018 14:59:35

    ENDE expande rede eléctrica em Mbanza Kongo e no Soyo

    Mbanza Kongo - Cinco mil novas ligações domiciliares de energia eléctrica começaram a ser executadas em finais do mês de Agosto deste ano, nos municípios de Mbanza Kongo e do Soyo, província do Zaire, pela Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE).