Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

04 Setembro de 2018 | 19h13 - Actualizado em 05 Setembro de 2018 | 19h12

Ministro encoraja famílias a produzir café e cacau

Cabinda - O ministro da Agricultura e Florestas, Marcos Alexandre Nhunga, encorajou as famílias camponesas e os grupos organizados em pequenas e médias empresas em Cabinda a apoiar o projecto de Cadeias de Valor Agrícola na produção do café, palmar, cacau e cajú.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Cabinda é uma região com grande potencial para a produção de café

Foto: Domingos Nicolau

Ministro da Agricultura e Florestas -Marcos Alexandre Nhunga

Foto: Pedro Parente

Marcos Nhunga disse que essa iniciativa vai no futuro criar rendimentos no seio das famílias e riqueza junto das comunidades.

Para além das culturas de comercialização, o projecto vai ainda proporcionar melhorias nas infra-estruturas de produção, conservação, armazenamento, processamento e comercialização de culturas alimentares como a Mandioca, banana, batata-doce, amendoim, feijão, à pesca marítima e pluvial, horticultura e à criação de pequenos ruminantes.

O projecto prevê benefícios como a reabilitação de estruturas de transporte de água e formação aos actores da cadeia de valor em matérias técnicas e de gestão.

Melhorará igualmente os serviços de extensão agrícola, construção de infra-estruturas rurais, centros de processamento agro-pecuário, centros de saúde comunitários, escolas primárias , melhoria ao acesso rural e da energia nas comunidades.

O projecto, que será implementado ainda este ano nos quatro municípios da província de Cabinda (Cabinda-sede, Cacongo, Buco-Zau e Belize), vai beneficiar directamente 51 mil  pequenos proprietários, 14 empresários, incluindo associações  empresariais, que prestem serviços aos produtores e processadores.

Todas acções em volta do projecto poderão criar pelo menos 27 mil  novos postos de trabalho.

Para além de Cabinda, o projecto, financiado pelo Banco de Desenvolvimento Africano (BAD) disponibilizou 123 milhões e 150 mil e 580 dólares, vai estender-se às províncias do Uíge, Zaire, Kwanza-Norte, Bengo, Benguela, Huambo, Bié, Moxico, as Lundas Norte e Sul, Huíla, Namibe, Cunene e Kuando-Kubango.

Assuntos Província » Cabinda  

Leia também
  • 03/02/2019 19:30:29

    Belize e Cacongo beneficiam de sistema híbrido de energia

    Cabinda - Dois empreendimentos de Sistemas Híbridos de Produção de Energia (solar e diesel) foram, hoje(domingo), inaugurados nos município de Belize e Cacongo (comuna de Dinge) para atender 16 mil habitantes destas localidades.

  • 11/01/2019 16:06:02

    Bloco 0 entrega embarcações a pescadores

    Cabinda - Pescadores do município sede de Cabinda e de Cacongo receberam hoje (sexta-feira) sete novas embarcações e 13 motores de popa, numa iniciativa conjunta da Chevron e seus associados do Bloco 0.

  • 08/01/2019 11:40:21

    Câmara de despachantes apoia sistema aduaneiro Asycuda

    Cabinda - O presidente da Câmara dos Despachantes Oficiais de Angola, Pedro Bequengue, manifestou-se, nesta segunda-feira, satisfeito pelo lançamento em Cabinda do novo sistema automatizado de processamento de dados aduaneiros, denominado "Asycuda World".

  • 05/01/2019 06:20:41

    Mais de mil e setenta passageiros passaram pelo Aeroporto Maria Mambo Café

    Cabinda - Uma média de mil e setenta e seis passageiros por dia passaram pelo aeroporto Maria Mambo Café, em 2018, avançou à Angop o director de estatísticas da Empresa Nacional de Navegação Aérea (ENANA), Santos Kizua.