Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

11 Setembro de 2018 | 18h48 - Actualizado em 11 Setembro de 2018 | 18h48

Administrador quer produção agrícola diversificada no Giraúl do Meio

Moçamedes - O administrador municipal de Moçâmedes, João Ernesto dos Santos, encorajou a população da localidade do Giraúl do Meio, a apostar na produção agrícola diversificada para a redução da fome e da miséria nesta circunscrição.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Namibe:Produtos do campo na localidade do Piambo, municipio de Moçamedes

Foto: Anabela do ceu Fritz

Namibe: Produtos do campo na localidade do Piambo, municipio de Moçamedes

Foto: Clemente Santos

Num encontro mantido hoje com a população desta localidade, no âmbito da sua jornada de campo, o administrador apontou a necessidade de se apostar seriamente no aumento da produção diversificada, produzindo produtos que não sirvam só para a alimentação mas também para a comercialização.

João Ernesto dos Santos aconselhou a população a dedicar-se ao trabalho do campo, cultivando hortícolas e cereais diversos, ajudando assim o governo no combate à fome no seio das famílias, sobretudo aquelas que vivem em áreas mais recônditas da província.

“ É necessário que cada família pratique a agricultura, pois o governo vai continuar ajudar na aquisição de algumas sementes e meios de trabalho para o reforço desta actividade, bem como o desassoreamento dos rios e a melhoria das vias para o escoamento dos produtos do campo para as cidades”, acrescentou.

Apelou ainda aos camponeses a formarem cooperativas agrícolas para que possam receber do governo os apoios agrícolas necessários.

Na sua jornada de campo, o administrador interagiu ainda com as populações do bairro Kavindi e visitou uma escola primária, o complexo escolar N26, na Ilha do Mungongo, e o Posto Médico do Giraúl do Meio, que carece de alguma intervenção na sua estrutura física.

Constatou igualmente as obras em curso dos complexos escolares do bairro 4 de Março, Katchipiongo e Bairro da Juventude, que têm vindo a registar boa evolução no domínio da sua conclusão prevista para o final do ano em curso.

A localidade do Giraúl do Meio dista a 16 quilómetros da cidade capital de Moçâmedes e possui mais de três mil habitantes, na sua maioria pequenos camponeses e criadores de animais.

Nesta localidade, as famílias camponesas produzem milho, massango e massambala, tomate, cebola, alho, batata-doce e rena, kizaca, beringela, pimenta, cenoura, mamão, abóbora, limão, melancia, entre outros.

No domínio da pecuária, os criadores criam bovinos caprinos, suínos e aves.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 08/11/2018 17:15:23

    Namibe inicia impressão de alvará comercial

    Moçâmedes - O Ministério do Comércio iniciou hoje, na cidade de Moçamedes, a impressão local do alvará comercial na província do Namibe.

  • 01/11/2018 18:00:06

    Mais de 72 mil cabeças de gado vacinadas

    Moçâmedes - Setenta e duas mil e 678 cabeças de gado bovino foram vacinadas na província do Namibe, contra pneumonia contagiosa, carbúnculo hemático, sintomático e dermatite nodular, de Maio a Outubro último, mais 62 mil e 681 em relação ao igual período anterior.

  • 30/10/2018 16:57:04

    Captura de pescado regista redução de quatro mil toneladas

    Moçamedes - A captura de pescado na província do Namibe atingiu, nos últimos seis meses do ano, nove mil e 34 toneladas de pescado diverso, uma redução de quatro mil e 541 toneladas em relação ao período homólogo de 2017.

  • 30/10/2018 16:40:43

    Obras do entreposto frigorífico de Moçamedes paralisadas

    Moçâmedes - As obras da construção do entreposto frigorífico no Saco-Mar, município de Moçamedes, estão paralisadas desde Agosto último, devido à falta de valores monetários, anunciou hoje o director provincial das Pescas e do Mar, Isaac Cativa Herculano.