Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

11 Setembro de 2018 | 18h05 - Actualizado em 11 Setembro de 2018 | 18h05

Electrificação atrai investidores a Massangano

Massangano - A electrificação da comuna de Massangano, município de Cambambe, província do Cuanza Norte, em 2017, atraiu comerciantes e industriais para a região, realçou hoje o administrador local, Luís Rodrigo João.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cuanza Norte: O administrador comunal de Massangano, Luís Rodrigo João

Foto: Diniz Simão

Em declarações à Angop, Luís Rodrigo João afirmou que a chegada, em 2017, da energia eléctrica da rede nacional publica a comuna está a alavancar o sector económico local, com o surgimento de pequenos comerciantes e outros investidores na região.

Referiu que fruto desta nova realidade, dois investidores nacionais encontram-se, desde princípio deste ano, empenhados na construção de duas fábricas de processamento de tomate, na sede comunal e na aldeia do Kiombe, para o aproveitamento do potencial agrícola da região.

Sem adiantar mais pormenores sobre a execução destes projectos, Luís João sublinhou que, uma vez concluídos, tais empreendimentos vão gerar em conjunto centenas empregos directos, além de absorver a produção do tomate dos camponeses da circunscrição, retirando do desemprego muitos jovens locais e da pobreza centenas de famílias

“A electrificação de Massangano já está a atrair os investidores para a comuna, o que vai garantir o desenvolvimento local”, sublinhou.

Afirmou ainda que com o fornecimentos deste serviço muitos desafios nos sectores agro-pecuário, industrial, turístico e hoteleiro se abrem para os investidores.

Referiu que estes desafios passam também por relançar a produção agrícola familiar e industrial da comuna, devendo para isso atrair mais investimentos públicos e privados para este que é considerado um dos maiores pólos do desenvolvimento económico da província do Cuanza Norte.

Pediu o apoio das estruturas competentes do governo provincial para acelerar a reabilitação dos 20 quilómetros da via que liga a sede da comuna de Massangano, à estrada nacional nº 230, para impulsionar o desenvolvimento socio-económico da região.

O projecto da electrificação de Massangano, a partir da barragem hidroeléctrica de Cambambe é também aplaudido pela população local como sendo um dos maiores ganhos daquela vila, fundada por volta de 1583, com a construção de um forte que assegurou a ocupação portuguesa na região.

Nesta altura, na comuna de Massangano estão a beneficiar de energia eléctrica, gerada a partir da barragem de Cambambe, as localidades de Cassoalala, Quilometro 13, Nguimbi Songue (aldeia piloto do Kiombe), além da sede comunal, com mil e 331 residências já eletrificadas. A circunscrição é habitada por 10 mil e 557 habitantes.

A centenária vila de Massangano já foi a capital provisória de Angola durante a ocupação de Luanda pelos Holandeses, no reinado do capitão português, Paulo Dias de Novais, falecido e sepultado na mesma localidade.

Leia também
  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.

  • 02/02/2019 07:25:27

    Metas do Prodesi passam por financiamento bancário

    Luanda - Os bancos comerciais terão papel fundamental, através da disponibilização do crédito, nos projectos do Programa de Apoio à produção, diversificação das exportações e substituição das importações "PRODESI", argumentaram economistas ouvidos pela Angop.

  • 02/02/2019 06:20:13

    Economistas consideram oportuna revisão do OGE/2019

    Luanda - O economista Lopes Paulo considerou nesta quinta-feira, em Luanda, um imperativo a revisão em baixa do Orçamento Geral do Estado (OGE/2019), com preço referência do barril de petróleo a situar-se entre 50 a 55 dólares.

  • 01/02/2019 20:07:05

    Construção da barragem de Baynes estimada em USD 1,2 mil milhões

    Cacuso - A construção da barragem hidroeléctrica Binacional de Baynes, com início previsto para 2021, no rio Cunene, fronteira entre Angola e a Namíbia, está estimada em 1,2 mil milhões de dólares, avançou hoje (sexta-feira), em Malanje, o ministro angolano da Energia e Águas, João Baptista Borges.