Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

11 Outubro de 2018 | 04h01 - Actualizado em 10 Outubro de 2018 | 23h50

Zona de Comércio livre vai beneficiar províncias fronteiriças - Joffre Van-Dúnem Júnior

Luena - O ministro do Comércio, Joffre Van - Dúnem Júnior, afirmou na quarta-feira, no Luena, província do Moxico, que a adesão do país na Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLCA) em 2019 irá beneficiar economicamente as regiões fronteiriças de Angola.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico : Expositores na Expo Moxico 2018

Foto: Kinda kyungu

Moxico : Ministro do Comercio, Jofre Van-Dúnem Júnior

Foto: Kinda kyungu

O ministro, que falava no acto de abertura da primeira edição da Expo Moxico 2018, argumentou que intenção dará oportunidade de negócio em grande escala, a todos empresários de Angola, especialmente, os das províncias fronteiriças, como o Moxico.

Joffre Van - Dúnem lembrou aos presentes que o Governo continua a trabalhar com todas as províncias fronteiriças para aproveitar as oportunidades de negócio, exemplificado a realização da Expo Moxico como um passo para a concretização deste desejo, devido a participação de empresários da Zâmbia e da República Democrática do Congo (RDC).

Elogiou o governo do Moxico, os expositores multissectoriais locais, nacionais e internacionais que expõem, vendem e criam oportunidades de negócio, com vista ao desenvolvimento das suas empresas particulares e colectivas, considerando como um passo que dará maior robustez a economia das regiões.

Na ocasião, o ministro anunciou a emissão no Luena do novo alvará comercial, uma iniciativa que dará melhor e maior credibilidade no comércio local.

Ao dar as boas vindas aos participantes, o governador do Moxico, Gonçalves Muandumba, afirmou que o evento visa promover e estimular o crescimento da província, exibindo a sua capacidade produtiva real e potencial.

Por seu turno, o expositor, Eurico Muenho, estilista de profissão, espera criar parcerias com empresários nacionais e estrageiros com vista a expandir o seu negócio no mundo da moda, tanto no país quer nos países vizinhos (RDCongo, Zâmbia e a África do Sul).

O responsável do Stand do núcleo local da “Infrasat”, Neves Costa, disse que participa na Expo Moxico para dar a conhecer aos feirantes os vários produtos da sua empresa que vão desde a internet de banda larga, telefones via satélites para as áreas com serviços de telefonia móvel.    

A Expo - Moxico, que vai decorrer em três dias sob lema “Futuro hoje”, conta com a participação de mais de 80 expositores, empresários e investidores locais e nacionais, nomeadamente das províncias do corredor do Lobito, Benguela, Huambo e da capital do país (Luanda), bem como das Repúblicas da Zâmbia, África do Sul e Brasil.

Leia também
  • 11/10/2018 17:13:48

    Zona de Comércio livre vai beneficiar províncias fronteiriças - Joffre Van-Dúnem Júnior

    Luena - O ministro do Comércio, Joffre Van - Dúnem Júnior, afirmou na quarta-feira, no Luena, província do Moxico, que a adesão do país na Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLCA) em 2019 irá beneficiar economicamente as regiões fronteiriças de Angola.

  • 11/10/2018 16:00:31

    Reunião bianual do Cisna acontece sexta-feira

    Luanda - Representantes de 15 países da SADC participam, sexta-feira, em Luanda, na 41ª Reunião Bianual de Seguros, Valores Mobiliários e Autoridades Reguladoras Não-Bancárias da Sadc - Cisna, cujos trabalhos a nível dos peritos já decorrem desde o dia 10 do mês em curso.

  • 11/10/2018 13:22:35

    Pagamento da taxa nunca chegou aos 50%

    Luanda - A Administração Geral Tributária (AGT) sempre teve dificuldades em atingir os valores previstos com a taxa de circulação e nunca obteve 50 porcento das receitas planeadas com esse tributo, revelou hoje o técnico Edison Martins.

  • 11/10/2018 12:12:08

    AGT alcança apenas 40% da taxa de circulação prevista

    Luanda - A Administração Geral Tributária (AGT), em parceria com a Direcção Nacional de Viação e Trânsito (DNTV), inicia, a partir de Novembro, a cobrança de forma coerciva da taxa de circulação 2017, devido ao elevado índice de incumprimento do seu pagamento calculado em 60 porcento, soube a Angop.