Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Outubro de 2018 | 19h31 - Actualizado em 17 Outubro de 2018 | 19h31

Angola vai buscar parcerias na feira intra-africana

Luanda - A Feira Comercial Intra-Africana (IATF), a decorrer de 11 a 17 de Dezembro próximo, na cidade do Cairo, Egipto, numa promoção da União Africana (UA) e do Afrexibank, constituirá uma oportunidade para as empresas angolanas públicas e privadas buscarem investimentos para Angola.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Esta primeira edição da Feira Comercial Intra-Africana contará com mais de mil expositores e espera receber mais de 70 mil visitantes, durante os sete dias de actividade.

A Feira vai reunir empresários do continente, para mostrar os seus serviços e produtos, explorar as oportunidades de negócios e investimentos em África, fornecer uma plataforma para compartilhar informações sobre comércio, investimento e mercado com as partes interessadas, discutir e identificar soluções para questões que afectam o comércio infra-africano.

Para Comunidade das Empresas Exportadoras e Internacionalizadas de Angola (CEEIA), a exposição constituirá também para delegação angolana uma plataforma para pôr em acção a diplomacia económica do País e oportunidade para mobilização de recursos financeiros, uma vez que o Afreximbank irá disponibilizar 25 mil milhões de dólares  norte-americanos para investimento em diversos sectores da economia do continente.

Angola pretende, deste modo, alinhar-se à União Africana e ao Afrexibank para o acesso ao comércio e a informação de mercado, utilizar a feira bienal para conectar compradores de todo o continente africano aos players angolanos.
 

Os promotores desta iniciativa (IATF) pretendem que o comércio intra-africano ultrapasse a barreira de 15 por cento e alcance o nível de desenvolvimento similar a da Europa (59%) e Ásia do Norte (37%).

Na feira, Angola estará representada num único pavilhão multissectorial, concebido para ser o ponto de convergência de interesses públicos de partilha de informações sobre o mercado, oportunidades de negócios e investimento e de celebração de acordos comerciais.

O pavilhão de Angola terá uma sala de reuniões, espaço para celebração de acordos bilaterais de negócios. Durante a exposição será também promovido o Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN 2018-2022).

Assuntos Comércio   Economia   União Africana  

Leia também
  • 06/02/2019 15:52:48

    Mercado ganha plataforma digital de promoção de negócios

    Luanda - Agentes comerciais, entre produtores, promotores de pequenos negócios, clientes e financiadores contam, a partir de hoje (quarta-feira), com um novo portal interactivo, dedicado exclusivamente ao agronegócio, como forma de potenciar o crescimento do sector.

  • 06/02/2019 14:16:13

    Autoridade Reguladora da Concorrência "extingue" IPREC

    Luanda - O Instituto de Preços e da Concorrências (IPREC) está doravante extinto, em virtude da oficialização, hoje, da Autoridade Reguladora da Concorrência, com o empossamento dos membros do Conselho de Administração, em cerimónia realizada nesta cidade.

  • 05/02/2019 19:14:15

    Angola quer ajuda francesa para edificar economia forte

    Luanda - O Executivo angolano está a contar com ajuda do Governo francês para a edificação no País de uma economia forte, menos dependente do petróleo, competitiva e capaz de gerar prosperidade.

  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.