Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

11 Janeiro de 2019 | 22h06 - Actualizado em 11 Janeiro de 2019 | 22h06

Joana Lina admite carências nos sectores do comércio e indústria

Huambo - A governadora da província do Huambo, Joana Lina Cândido, admitiu hoje, nesta região, carências nos sectores do comércio e indústria, apelando, para tal, mais investimento privado.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Discursando no encontro alargado da direcção do comércio, indústria e recursos naturais, disse ser urgente que se promova uma ampla reflexão, com académicos, agentes económicos, empresários e membros do governo, para se encontrar uma estratégia de desenvolvimento destes dois importantes sectores da economia.

Afirmou que a província possui um grande potencial para actividade comercial e industrial, o que exige esforço de todos, para que tal potencial seja transformado em realidade.

“Estamos a precisar da ajuda de todos, porque esta província só se vai desenvolver com a participação e o envolvimento de todos, independentemente do nível cultural, escolaridade, camisolas e local de nascimento”, admitiu.

Deu a conhecer, na ocasião, que o governo da província está em busca de aconselhamento, ideias e propostas, sugestões e contributos valiosos para que esta região arranque em termos de projectos que concorrem para o desenvolvimento social e económico.

O encontro alargado decorreu sob o lema “o sector do comércio, indústria e recursos naturais como motor para alavancar o desenvolvimento económico nacional”.

Leia também
  • 06/02/2019 19:16:16

    INE lança recenseamento agro-pecuário

    Luena - O Instituto Nacional de Estatística (INE) procedeu hoje, quarta-feira, no Luena, ao lançamento do Recenseamento Agro-Pecuário e Pescas (RAPP), cuja recolha principal vai decorrer, nas províncias do Moxico, Uíge, Cuanza Sul e Benguela, de Fevereiro a Dezembro.

  • 05/02/2019 19:14:15

    Angola quer ajuda francesa para edificar economia forte

    Luanda - O Executivo angolano está a contar com ajuda do Governo francês para a edificação no País de uma economia forte, menos dependente do petróleo, competitiva e capaz de gerar prosperidade.

  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.

  • 02/02/2019 07:25:27

    Metas do Prodesi passam por financiamento bancário

    Luanda - Os bancos comerciais terão papel fundamental, através da disponibilização do crédito, nos projectos do Programa de Apoio à produção, diversificação das exportações e substituição das importações "PRODESI", argumentaram economistas ouvidos pela Angop.