Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Janeiro de 2019 | 05h28 - Actualizado em 12 Janeiro de 2019 | 05h28

Resenha: Perdão fiscal destaque da semana

Luanda - O anúncio do perdão de juros, multas e custos processuais de empresas com dívidas fiscais, aduaneiras e de segurança social, contraídas até Dezembro de 2017, constitui destaque do noticiário económico da semana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De acordo com a Administração Geral Tributaria (AGT), os contribuintes devem 323 mil milhões kwanzas registados até Dezembro de 2017, dos quais 38% correspondem a  juros e multas que não  serão cobrados no quadro do Regime Excepcional de Regularização da Dívida Fiscal e Aduaneira que permitirá aos contribuintes pagarem a débito sem os juros e multas até Dezembro de 2019.

Outro  assunto que mereceu destaque  foi o anúncio da  venda  da  Lactiangol a um grupo de empresários de  libaneses WEBCOR, no valor global de 12  milhões  de dólares.   O grupo  empresarial em Angola  há mais de  25 anos prevê um investimento de 18  milhões de dólares.

O  anúncio  da paralisação parcial dos comboios dos  Caminhos-de-Ferro de Luanda (CFL) prevista para  segunda-feira 14,  foi  outro  assunto que mereceu destaque  nesta semana. Os trabalhadores ainda não chegaram a um acordo com a entidade patronal,  daí exigirem o  cumprimento das reivindicações constantes no caderno, como o aumento do salário em 80%.

Outra  matéria de destaque  é o início das negociações entre as autoridades angolanas  com responsáveis da Volkswagen e Ford, duas das 12 principais marcas de automóveis do Mundo, para a abertura de linhas de produção em Angola.

Essas negociações, lideradas pela Sociedade de Desenvolvimento da Zona Económica Especial (ZEE) Luanda-Bengo, o país pretende montar localmente e deixar de importar essas marcas, além de gerar empregos.

A retenção do Boeing 777-200, que operava na rota Luanda/São Paulo/Luanda, no Aeroporto de Guarulhos, cidade brasileira, devido à avaria de um dos motores por altura da aterragem também foi destaque.  Danos no reactor resultaram da sucção de uma ave, situação que não pôs em risco a vida dos passageiros nem provocou qualquer embaraço de ordem operacional.

Mereceu  também destaque,  a  arrecadação  de  31 mil milhões, 67 milhões, 98 mil e 957 kwanzas, de Janeiro a Novembro de 2018, pela Administração Geral Tributária (AGT), com a cobrança do Imposto Predial Urbano (IPU) que  já está  em  cobrança,   este ano, a  sua primeira prestação que vai de 01  a  31 de  Janeiro.


Foi igualmente manchete, a disponibilização de  65 milhões de euros, pela  União  Europeia, a  execução do  programa de Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional (FRESAN) no sul de Angola.


Do referido  valor, 24 milhões e 675 mil euros estão destinados a uma componente das subvenções de projectos ligados à agricultura e nutrição.


A  semana fica igualmente marcada pelo anúncio do Banco Nacional de Angola (BNA) que tranquiliza os clientes dos bancos Mais e Postal, cujas licenças foram revogadas no dia 02 deste mês. Os clientes destes bancos poderão levantar os seus fundos ou transferi-los para outras instituições financeiras, a partir de 14 de Janeiro.

Assuntos Resenha  

Leia também
  • 02/02/2019 06:20:46

    Resenha: Arrecadação de USD 16,7 milhões no leilão de diamantes, destaque da semana

    Luanda - A arrecadação pela Sodiam de USD 16,7 milhões, no primeiro leilão de sete pedras de diamantes brutos de grande quilate do projecto Lulo, situado na província da Lunda Norte, constitui destaque do noticiário económico da semana.

  • 26/01/2019 01:11:09

    Resenha: Conferência sobre financiamento, destaque da semana

    Luanda - A realização em Luanda da Conferencia Nacional sobre Financiamento ao sector Privado, na qual o ministro de Estado para o Desenvolvimento Económico e Social, Manuel Nunes Júnior, anunciou que o crédito bancário representa apenas 14% do PIB, foi destaque da semana.

  • 19/01/2019 00:15:27

    Resenha: Greve dos trabalhadores do CFL destaque da semana

    Luanda - A greve geral dos trabalhadores do Caminho de Ferro de Luanda (CFL) por tempo indeterminado, levando à paralisação de 89 por cento dos 17 comboios que operam no trajecto Bungo/Baia, constitui destaque do noticiário económico da semana.