Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Janeiro de 2019 | 18h04 - Actualizado em 17 Janeiro de 2019 | 18h02

Sector pesqueiro angolano terá apoio chinês

Luanda - Angola e a China poderão assinar, nos próximos dias, um memorando de entendimento para apoiar e dinamizar a actividade no sector angolano das Pescas e do Mar, anunciou nesta quinta-feira, a titular da pasta, Maria Antonieta Baptista.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo a ministra, que falava à imprensa, no final de uma visita de uma delegação empresarial chinesa, o apoio, que se traduzirá também num financiamento, dinamizará a actividade de pesca no País.

Afirmou que os asiáticos pretendem prestar ajuda financeira ao País, para a execução de projectos de captura e industrialização dos produtos do mar e do rio e o desenvolvimento do sector empresarial.

Constará do memorando, ainda sem data de assinatura, ajuda administrativa, organização e disciplina dos armadores chineses e organização e exploração pesqueira das oito empresas chinesas que operam no País.

A delegação chinesa está no país para fazer um levantamento extensivo nos sectores da Agricultura e das Pescas, com objectivo de identificar e avaliar o estado actual dos principais projectos que estão a ser implementados, no quadro da cooperação bilateral Angola/China.

A ministra pediu também o apoio chinês em matérias ligadas à investigação científica.

A delegação chinesa, que se encontra no país há dois dias, é chefiada pelo seu director de cooperação internacional, Pengfei Sui.

O encontro, que serviu para presentação das dificuldades do sector, foi realizado nas instalações do Ministério das pescas e do Mar, e contou com a presença dos directores nacionais, administradores das empresas púbicas e directores das escolas do sector pesqueiro.  

Assuntos Pesca  

Leia também
  • 30/01/2019 16:20:07

    Aumenta captura de pescado no Huambo

    Huambo - Oitenta e uma toneladas de peixe de várias espécies foram capturadas, no ano de 2018, em alguns rios e lagoas da província do Huambo, por pescadores artesanais, mais 14 toneladas em comparação ao idêntico período anterior.

  • 21/01/2019 16:36:13

    Projectos de aquicultura podem paralisar no Ibêndua e Úlua

    Caxito - O elevado preço da ração e a má gestão está a dificultar a continuidade dos projectos de fomento da aquicultura nas comunidades da Ibêndua e do Úlua, no município do Dande, província do Bengo.

  • 13/01/2019 12:15:37

    Huíla: Pesca artesanal com índice baixo

    Lubango - Os níveis de pesca artesanal na província da Huíla, baixaram consideravelmente de 70 mil e 215 quilogramas, em 2017, para 48 mil e 776 no ano seguinte, fruto da falta de apoios materiais às associações de pescadores desde 2009, o que fez com que muitas desistissem da actividade.