Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

31 Janeiro de 2019 | 20h26 - Actualizado em 31 Janeiro de 2019 | 20h25

Angola apresenta medidas para realização de negócios

Luanda - O embaixador de Angola na Guiné-Bissau, Daniel Rosa, falou hoje, quinta-feira, em Bissau, sobre a qualidade de negócios e as medidas adoptadas pelo Executivo angolano para a sua realização no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em nota de imprensa a representação diplomática de Angola na Guiné-Bissau refere que Daniel Rosa fez essa declaração no acto de lançamento da “Federação das Mulheres Empresárias da CPLP naquele país.

No acto, o diplomata falou também das medidas do Executivo de apoio ao aumento da produção nacional e consequente geração de postos de trabalho, renda a prosperidade das famílias.

Sensibilizando sobre o ambiente de negócios em Angola, referiu-se às medidas adoptadas para atrair o investimento estrangeiro, realçando a título de exemplo, a aprovação da Lei da Concorrência, a redução dos défices fiscais, e a facilitação de vistos de entrada no país, que podem ser obtidos on-line.

Na presença da primeira-dama da República, Maria Rosa Vaz, madrinha do projecto, e da presidente da Federação das Mulheres Empresárias da CPLP, Conceição Abdula, o embaixador Daniel Rosa informou que as medidas do Executivo para a realização de negócios são extensivas a vários departamentos ministeriais.

No caso do Ministério do Interior, fez referência à aprovação da política migratória, do regime de isenção e os procedimentos de simplificação dos actos administrativos para a concessão de vistos de turismo, e os acordos de supressão de visto em passaportes ordinários com a Zâmbia e Moçambique, entre outras.

Sobre as acções previstas, falou da aprovação e implementação do novo regime jurídico de estrangeiros, colocação de oficiais de ligação de imigração nos postos consulares, implementação do sistema de solicitação on-line de visto de fronteira, concedido nos postos de fronteira.

Destacou também a desconcentração da prorrogação de vistos, designadamente de trabalho, para os órgãos provinciais do Serviço de Migração e Estrangeiro.

O acto teve a presença de 300 pessoas, entre empresárias e membros da Sociedade Civil, com destaque para a vice-presidente da Federação das Mulheres Empresárias e Empreendedoras da CPLP – Confederação Empresarial, Nelma Pontes Fernandes.

Assuntos Angola   Diplomacia  

Leia também
  • 31/01/2019 20:01:42

    Angola prepara regresso aos mercados financeiros internacionais

    Luanda - Angola prepara o retorno aos mercados financeiros internacionais, após ter alcançado um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), declarou, segunda-feira última, a secretária de Estado do Tesouro angolana, Vera Daves.

  • 25/01/2019 19:33:02

    Preço de hotéis inibe clientes em Luanda

    Luanda - A província de Luanda, fundada oficialmente a 25 de Janeiro de 1576, continua a liderar o "ranking" da rede hoteleira do país, com um total de 109 hotéis e 50 resorts, muitos dos quais duramente afectados pela crise económica iniciada em finais de 2014.

  • 25/01/2019 17:49:39

    Trabalhadores do CFL suspendem greve

    Luanda - Os 17 comboios do Caminho de Ferro de Luanda (CFL) voltam a circular com normalidade, a partir da próxima segunda-feira, como resultado da suspensão da greve geral iniciada a 14 de Janeiro. A suspensão deve vigorar até ao dia 31 de Março próximo.