Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

05 Novembro de 2019 | 20h38 - Actualizado em 06 Novembro de 2019 | 10h35

Angola e Hungria assinam acordos no sector da energia e águas

Luanda - Os governos de Angola e da Hungria assinaram hoje, em Budapeste, dois memorandos de entendimento, sendo um no domínio da energia eléctrica e o outro sobre recursos hídricos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges (à esq), na troca de pastas com o ministro dos Negócios Estrangeiros e Comércio da Hungria, Péter Szijjártó.

Foto: António Escrivão

A assinatura dos acordos abre assim caminho para uma vasta cooperação entre os dois países nestes domínios.

Os memorandos foram assinados no quadro da visita de três dias que o ministro angolano da Energia e Águas, João Baptista Borges, efectua àquele país da Europa Oriental.

Por Angola, rubricou os referidos acordos o ministro João Baptista Borges, enquanto pela Hungria assinou o seu ministro dos Negócios Estrangeiros e Comércio, Péter Szijjártó.
 

No primeiro dia da sua visita, João Baptista Borges foi recebido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e Comércio da Hungria, Péter Szijjártó, com quem abordou essencialmente questões ligadas à cooperação no domínio da Energia e Águas.

Hoje, primeiro dia de visita a Hungria, João Baptista Borges manteve um encontro com o Grupo Parlamentar de Amizade com os Países Subsaharianos, na Sede do Parlamento Húngaro.

Acompanharam o ministro da Energia e Águas no referido encontro, o embaixador de Angola na Hungria, José Filipe, o secretário de Estado para as Águas, Lucrécio Costa, e altos funcionários da embaixada angolana naquele país e do Ministério da Energia e Águas.

No segundo dia da visita, a delegação angolana vai visitar duas unidades fabris, sendo uma de transformadores e outra especializada na produção de equipamentos de potabilização e dissalinização de água.

Com essa visita, o Ministério da Energia e Águas pretende aproveitar o alto nível de desenvolvimento tecnológico da Hungria e a disponibilidade demonstrada em cooperar com Angola para a melhoria e o aumento da capacidade de fornecimento de energia e água potável às populações, com qualidade e regularidade.


 

Leia também
  • 05/11/2019 16:21:59

    Aberta Expo Shanghai 2019

    Shanghai - A segunda edição da Feira Internacional de Importações da China (Expo Shanghai 2019) abriu hoje, na cidade de Shanghai, numa cerimónia presidida pelo Chefe de Estado chinês, Xi Jinping.

  • 30/10/2019 20:29:29

    Minea denuncia campanha contra ministro

    Luanda - O Ministério da Energia e Águas (Minea) denunciou hoje, em Luanda, a existência de uma campanha caluniosa contra o departamento ministerial, “que surge na sequência da rescisão de vários contratos celebradas com empresas privadas”.

  • 26/10/2019 18:42:15

    Zaire: Moçambique quer experiência de Angola para relançar sector mineiro

    Soyo - A embaixadora extraordinária e plenipotenciária de Moçambique em Angola, Osvalda Joana, afirmou neste sábado, no Soyo, província do Zaire, que o seu país quer contar com a experiência dos angolanos para relançar a exploração de recursos naturais, com destaque para os hidrocarbonetos, gás natural e o carvão.