Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

04 Novembro de 2019 | 14h16 - Actualizado em 04 Novembro de 2019 | 14h29

Venda de diamantes com aumento de USD 30,7 milhões

Luanda - O subsector dos diamantes de Angola arrecadou 294,85 milhões de dólares no terceiro trimestre do ano em curso, um aumento de USD 30,7 milhões (11,7%) em relação ao período homólogo de 2018.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Diamantes

Foto: Pedro Parente

O valor resulta da comercialização de 2,94 milhões de quilates de diamantes, representando um aumento de 46 por cento face ao período homólogo de 2018.

De acordo com dados da Empresa Nacional de Comercialização de Diamantes de Angola (SODIAM), apresentados hoje, segunda-feira, em Luanda, houve um aumento de  722,8 mil quilates de diamantes em relação ao homólogo de 2018.

Angola produz, anualmente, cerca de nove milhões de quilates de diamantes, e as autoridades pretendem alargar a produção anual para 13 milhões, até 2022.

Na ocasião, o secretário de Estado para a Geologia e Minas, Jânio Victor, sublinhou ter havido um desempenho positivo, tendo em conta que, no referido período, a comercialização dos diamantes proporcionou um incremento das receitas, na ordem de 46 por cento, o que demonstra crescimento com as novas políticas implementadas pelo Executivo.

Segundo o responsável, embora as vendas estejam em alta, muito ainda há por se fazer, tendo em conta o potencial de Angola, no que toca ao referido minério.

Actualmente, os Emirados Árabes Unidos continuam a ser o mercado com maior relevância na venda dos diamantes angolanos.

A Sodiam mantém-se como o canal exclusivo para vendas por contratos e por leilões às fábricas de lapidação de diamantes.

No ano transacto, a Sodiam forneceu mais de 8,4 milhões de quilates brutos, de 12 minas, por um valor total de 1,2 mil milhões de dólares, correspondendo a um preço médio de 145,5 dólares/quilate, colocando Angola entre os cinco maiores países produtores do mundo, de acordo com os dados disponíveis.

Fundada em 1999, a SODIAM é a empresa estatal responsável por controlar e supervisionar a compra, venda e exportação da produção angolana de diamantes.

Assuntos Diamantes  

Leia também
  • 04/11/2019 13:43:30

    Quarta lapidadora de diamantes já em actividade

    Luanda - Uma fábrica de lapidação de diamantes, denominada "KGK Angola", com capacidade para processar 100 mil quilates brutos/ano, foi inaugurada hoje, segunda-feira, em Luanda, elevando para quatro o número de unidades do género no país.

  • 23/10/2019 16:14:28

    País projecta 14 milhões de quilates com Luaxe

    Sochi (Dos enviados especiais) - Angola prevê produzir até 2022, com a entrada em exploração da Mina de Luaxe (Lunda Sul), pelo menos 14 milhões de quilates de diamantes.

  • 04/10/2019 18:16:01

    Endiama relança três projectos diamantíferos

    Dundo - Vinte e cinco milhões de dólares norte-americanos estão a ser investidos para o relançamento dos projectos diamantíferos do Cassanguidi, Chimbongo e Furi, no município de Cambulo, Lunda Norte, informou hoje, sexta-feira, no Dundo, o presidente do conselho de administração da Endiama, Ganga Júnior.