Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

18 Novembro de 2019 | 19h34 - Actualizado em 18 Novembro de 2019 | 19h34

Angola na Plenária do processo de Kimberley

Luanda - Uma delegação angolana participa desde hoje (18) a 22 de deste mês, em Nova Délhi, Índia, na XVI reunião plenária anual do Processo Kimberley (PK).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A Comitiva é encabeçada pelo Coordenador da Comissão Nacional do Processo  Kimberley, Paulo MVika e íntegra o secretário Executivo do PK e Presidente do Comité Ad-Hoc de Revisão e Reforma do PK, Estanislau Buio, o ministro conselheiro da embaixada angolana na Índia, Joaquim Ganga, em representação do embaixador.

Sob presidência rotativa da Índia, a reunião junta representantes de 82 países membros do PK, assim como da União Europeia, membros de Governos, indústria e da sociedade civil.

Durante os quatros dias, serão discutidos e avaliados os relatórios anuais a serem apresentados pelos responsáveis dos comités e grupos de trabalhos, com destaque para o comité de Revisão e Reforma do PK, liderado por Angola.

Também será avaliado o relatório do grupo de trabalho de monitoramento, liderado pela África do Sul, do grupo de trabalho de estatística (EUA), do grupo de trabalho de peritos em diamantes, conselho mundial de diamantes, grupo de trabalho de regras e procedimentos (Rússia) e o comité de participação e presidência (União Europeia).

Dos temas em discussão destacam-se a apresentação dos subgrupos do Comitê de Reforma e Revisão do Processo Kimberley.

Países como a Rússia, EUA, China, Áustria e o Botswana candidataram-se para albergar o secretariado permanente nos seus países, cabendo a Plenária a decisão de escolha do país que deverá assumir este futuro órgão importante do Processo Kimberley.

Outro assunto de consenso é o da criação do Fundo de Doadores para financiar o futuro Secretariado Permanente.

A revisão da definição sobre diamantes de conflitos continua a dividir os participantes, permanecendo em discussão.

A margem da plenária, está previsto um fórum especial sobre inovação da indústria diamantífera.

No término desta Reunião Plenária, além das decisões administrativas que serão adoptadas, os participantes testemunharão a passagem da presidência da Índia que termina o seu mandato, para Rússia que assumirá a partir do dia 01 de Janeiro de 2020, tendo como vice-presidente o Botswana.

Assuntos Diamantes  

Leia também