Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

05 Dezembro de 2019 | 15h21 - Actualizado em 05 Dezembro de 2019 | 15h51

Expansão do comércio intra-regional assegura progresso

Luanda - A secretária de Estado do Orçamento e Investimento Público, Aia-Eza da Silva, destacou hoje, em Luanda, a necessidade de se reforçar a integração regional e a expansão do comércio intra-regional, para que os países africanos assegurem o progresso económico.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

secretária de Estado do Orçamento e Investimento Público, Aia-Eza da Silva (arquivo)

Foto: Rosário dos Santos

A governante, que falava na abertura do fórum da Rede e Instituições Financeiras de Desenvolvimento da SADC, explicou que a aposta vai permitir aos países africanos tornarem-se mais competitivos.

Para isto, disse ser necessário, entre outras acções, diversificar a produção e as exportações, fortalecer mercados e instituições, investir em infra-estruturas e na formação profissional e reduzir custos nos negócios.

Sob lema "Pequenas e Médias Empresas (PME) como Núcleo da Estratégia de Industrialização da SADC, o evento visa o aumento da competitividade, a industrialização e a integração regional, como contexto para o desenvolvimento industrial.

Considerou igualmente importante, entre as prioridades desta organização regional, a troca de experiência, para disseminar e fortificar a capacidade humana e institucional.

Ao se referir ao país, destacou a capacitação das instituições nacionais, tornando prioritárias as questões do financiamento do desenvolvimento regional, através de pesquisas e discussões políticas sobre financiamento e reforço da cooperação.

Aconselhou as instituições bancárias nacionais a ter uma agenda de desenvolvimento inclusiva e trabalhar colectivamente, capacitar cidadãos para que criem e sustentem um modo de vida mais digno, através do emprego e da actividade empresarial.

Reconheceu existir necessidades financeiras na região africana, um problema que exige um financiamento nos sectores chaves das infra-estruturas, agricultura, pescas, entre outros sectores que geram desenvolvimento económico.

Por sua vez, o presidente do Conselho de Administração do Centro de Recursos Financeiros para o Desenvolvimento da SADC, Stuart Kufeni, afirmou que o encontro vai estabelecer estratégias para o financiamento de projectos nas áreas da agricultura, infra-estruturas e nas PMEs da região.

Por outro lado, o presidente da comissão executiva do Banco Sol, Mário Nascimento, fez saber que a admissão à rede da SADC permite que o banco tenha acesso ao financiamento, as políticas de coordenação e industrialização, capacitação técnica,  entre outros benefícios.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 04/12/2019 20:33:18

    Angola quer criação de um centro de agro-negócio

    Roma - O Governo angolano solicitou um apoio técnico à Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) para a criação do primeiro Centro de Informação de Agro-negócio, bem como o diagnóstico de tecnologias inteligentes para mitigar as consequências da seca no país.

  • 04/12/2019 19:57:31

    Sonangol rescinde contrato sobre refinaria de Cabinda

    Luanda - A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola ( Sonangol) decidiu rescindir o contrato com o consórcio United Shine, que tinha por finalidade a implementação da Refinaria de Cabinda, por incumprimento das acções acordadas.

  • 04/12/2019 19:19:26

    Governante alerta contra especulação de preços na quadra festiva

    Saurimo - O governador provincial da Lunda Sul, Daniel Neto, afirmou nesta quarta-feira, em Saurimo, que os operadores económicos que especularem os preços dos produtos, em função da quadra festiva, serão penalizados, por forma a se desencorajar tal prática.