Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

03 Dezembro de 2019 | 16h26 - Actualizado em 03 Dezembro de 2019 | 20h56

Telecomunicações apoiam sectores económico e social

Luanda - O ministro das Telecomunicações e das Tecnologias da Informação (MTTI), José Carvalho da Rocha, apontou hoje a dinamização das tecnologias de informação e comunicação como uma das prioridades da sua instituição para o desenvolvimento de sectores sociais e económicos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Telecomunicações vai criar infra-estrutura para apoiar outros sectores

Foto: Pedro Parente

O governante, que falava no acto de abertura da 31º reunião do Registo Regional de Internet para África (Afrinic), disse que Angola tem definido uma estratégica nacional para as tecnologias de informação e comunicação, reflectidas no Livro Branco das telecomunicações, que prevê um conjunto de acções até 2022. 

O ministro referiu que o lema “Elevar próximo o nível de desenvolvimento da internet em África, através de políticas de colaboração e educação” demonstra o compromisso das organizações africanas no engajamento da promoção, baseada no princípio da acessibilidade.

“Podemos perceber que a internet é uma infra-estrutura que facilita o processo de comunicação, colaboração e cooperação entre indivíduos de organizações localizadas em diferentes pontos. É o elemento crucial para a implementação dos objectivos de desenvolvimento do continente “, disse.

Sublinhou a necessária de não se impedir o acesso das pessoas aos software e hardware, por permitirem a conexão com as estruturas governativas, entidades privadas e organizações representativas.  

De acordo com José da Rocha, o Executivo angolano tem desenvolvido acções no sentido de uma maior abertura do mercado das comunicações electrónicas, bem como, um maior investimento de infra-estruturas, a exemplo do projecto Sap e do Programa Angosat .

Exortou os participantes a juntarem-se à nova tarefa, de forma a colocar África em referência na aplicação do projecto de formação, para edificar uma sociedade moderna e inclusiva, que use cada vez mais a internet, para o desenvolvimento das comunidades e bem-estar das populações.

 Participam do evento, que termina dia 6 de Dezembro, representantes de diferentes países africanos .

Assuntos Economia  

Leia também
  • 04/12/2019 09:05:15

    Empresários sul-africanos pretendem investir no sector agrícola

    Menongue - Um grupo de empresários sul-africanos, ligados ao sector agro-pecuário, pretende investir na província de Malanje, no sector da agricultura.

  • 03/12/2019 23:04:53

    Angola apresenta reformas económicas na Alemanha

    Luanda - As políticas e reformas económicas do Executivo angolano, viradas para a transparência, foram apresentadas nesta terça-feira a empresários alemães por uma delegação multisectorial de Angola que se encontra na Alemanha para encontros bilaterais.

  • 03/12/2019 20:26:17

    Inadec quer fiscalização mais profunda

    Luanda - O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec), além verificar rótulos de produtos, precisa de fazer uma fiscalização assente em exames laboratoriais e outro tipo de perícias, com vista a detectar bens sem qualidade para o consumo, defendeu hoje o seu director, Diógenes de Oliveira.

  • 03/12/2019 19:42:45

    População do Tamba e Caissa beneficiam de moagem

    Malanje - A população das aldeias do Tamba e Caissa, nos municípios de Malanje e Cangandala, respectivamente, beneficiaram hoje (terça-feira), de uma unidade de processamento da mandioca e produção de fuba de bombó cada, entregues pelo MOSAP II (Projecto de Agricultura Familiar e Comercialização).