Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

15 Dezembro de 2019 | 12h32 - Actualizado em 15 Dezembro de 2019 | 12h32

Cuanza Norte: Unidade fabril produz 80 carteiras escolares/dia

Golungo Alto - Oitenta carteiras duplas estão a ser diariamente produzidas por uma fábrica de carteiras escolares denominada "LP-Luvumbo", no município do Golungo Alto, província do Cuanza Norte.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação foi prestada pelo director da mesma unidade fabril, Eduardo Lourenço, durante uma visita realizada neste sábado pelo governador do Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho.

Eduardo Lourenço disse que o empreendimento, com capacidade de fabricação anual de 54 mil 750 carteiras, entre duplas e simples, reduziu a produção de 150 para 80 unidades/dia, por falta de compradores.

Referiu que a fábrica que dirige tem presentemente 314 carteiras duplas a aguardarem por compradores.

Resultante de um investimento privado, a fábrica garante actualmente emprego a 30 jovens locais.

Para além do fabrico de carteiras, a unidade industrial engloba também a produção de mobiliário hospitalar, portas de madeira e de ferro, bem como charruas de tracção animal.

Na ocasião, o governador da província do Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho, encorajou os promotores do investimento e prometeu trabalhar na criação de incentivos para estas iniciativas, visando o surgimento de mais fábricas na região.

Salientou que, doravante, as escolas da província passarão a ser equipadas com carteiras produzidas localmente, por serem mais baratas e duradouras em relação as importadas, além de contribuir para a criação de mais postos de trabalho para os jovens locais.

Sublinhou que as administrações municipais foram já orientadas no sentido de adquirirem mensalmente 700 carteiras de produção local como parte da estratégia de potenciar a actividade empresarial da província.

A unidade fabril, instalada a cinco meses, possui uma extensão de mil e 112 metros quadrados e funciona, actualmente, no recinto do antigo mercado municipal, presentemente abandonado por falta de vendedores.

Leia também
  • 13/12/2019 18:35:44

    AGAA aconselha para boa conduta na gestão pública e privada

    Uíge - Os gestores e administradores do Uíge foram hoje, apelados a terem "boa conduta ética" na gestão dos bens públicos e privados, para se ter um desenvolvimento económico equilibrado local e do país, aconselhou o vice-presidente AGAA, Leitão Paulo António.

  • 13/12/2019 13:40:55

    Más condições da Estrada 230 encarece produtos

    Saurimo - As ravinas e os buracos ao longo da Estrada Nacional 230 (EN230), que liga Malanje a Lunda Sul, estão a contribuir para a subida dos preços dos produtos da cesta básica.

  • 12/12/2019 20:43:23

    Empresários querem apoio ao comércio rural

    Lubango - A classe empresarial pediu, hoje, na cidade do Lubango, província da Huíla, ao Ministério do Comércio maior apoio ao comércio rural, cujo objectivo é o escoamento da produção nacional e a facilitação de créditos aos micro-empreendedores.