Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

15 Março de 2019 | 17h41 - Actualizado em 15 Março de 2019 | 17h41

BPC disponibiliza AKz 100 milhões para "crédito salário"

Luena - Mais de 100 milhões de kwanzas é o valor que o Banco de Poupança e Credito (BPC) tem disponível no Moxico, para a concessão de crédito aos funcionários das instituições públicas e privadas de crédito, no âmbito do produto "BPC Salário".

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Moxico: Gerente Coordenador do BPC, José Assis

Foto: Kinda kyungu

A informação foi avançada hoje, na cidade do Luena, pelo gerente coordenador do BPC no Moxico, José Assis. Explicou que quatro meses consecutivos são o tempo máximo de liquidez do referido crédito.

Ao falar à imprensa, após o encontro de esclarecimento realizado com o efectivo das Forças Armadas Angolanas (FAA), informou que o banco concede até 80 por cento de dois salários para serem pagos em quatro meses.

Sem avançar o número de clientes, que já beneficiou do pacote, apontou que o BPC tem rubricado vários protocolos com diversas instituições públicas e privadas desta província.

Referiu que a instituição vai continuar a esclarecer aos funcionários interessados em aderir ao BPC Salário protocolar, as modalidades de acesso.

No Moxico, o BPC conta com nove balcões e seis postos de atendimento.

Leia também
  • 15/03/2019 20:22:55

    Financiamentos do Banco Mundial adequam-se à economia nacional

    Huambo - Os financiamentos que têm sido concedidos pelo Banco Mundial (BM) adequam-se à economia nacional, para fazer face a necessidade da dinamização do progresso e o desenvolvimento social e económico do país.

  • 15/03/2019 20:19:00

    Banco Mundial satisfeito com execução de projectos

    Huambo - A execução dos quatro projectos financiados pelo Banco Mundial, desde 2014, na província do Huambo, deixou satisfeito hoje, sexta-feira, o vice-presidente da instituição para África, Hafez Ghanem.

  • 15/03/2019 18:24:06

    Inadec deve combater comerciantes desonestos

    Malanje - O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec) em Malanje foi encorajado hoje a combater a desonestidade e o sentimento de impunidade no seio dos agentes comerciais, por constituírem práticas que atentam contra os direito dos consumidores.