Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

14 Março de 2019 | 08h04 - Actualizado em 14 Março de 2019 | 08h53

Extensionistas do IDA devem olhar para o crescimento do sector

Huambo - Os novos extensionistas do Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) na província do Huambo, admitidos em Janeiro, devem apoiar-se nos princípios patrióticos durante a assistência técnica das 273 escolas de campo, visando o aumento da produtividade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huambo: Técnicos do IDA concluem formação

Foto: cedida

A orientação veio do chefe do departamento local do IDA, Victorino Chonguela, quando falava hoje, no encerramento do seminário de capacitação sobre metodologias e técnicas de facilitação e gestão das escolas de campo, inserido no II programa do Projecto de Agricultura Familiar Orientado para o Mercado (MOSAP), co-financiado pelo Banco Mundial.

Disse que a actividade de extensão e desenvolvimento rural exige, acima de tudo, espírito de patriótico, disciplina e responsabilidade por parte dos especialistas que têm a missão de transmitir conhecimentos técnicos aos camponeses, para aumentar a produção das principais culturais que concorrem para a redução da pobreza.

“O lugar do extensionista é no campo e não na cidade. Por isso, deve-se esquecer as redes sociais, sobretudo, por se tratar de jovens de centros urbanos e olhar, simplesmente, para a profissão a que se propuseram, tendo em conta o desenvolvimento da agricultura”, frisou o responsável.

Victorino Chonguela lembrou que o sucesso do II programa do projecto MOSAP, co-financiado pelo Banco Mundial depende, em grande medida, do envolvimento de cada um dos extensionista encarregue de acompanhar as escolas de campo, lugar onde o camponês local aprende técnicas novas de produção, para aumento da sua renda.

Durante dois dias, os novos técnicos elevaram as suas competências em técnicas de comunicação e acompanhamento aos campos, preparo de terras para o cultivo, bem como identificação de doenças e colheita.

Acção formativa levou, também, os extensionistas do IDA a reflectir sobre o comportamento profissional, enquanto líderes de processos que exigem o engajamento e participação de adultos, com enfoque para a participação das escolas de campo, associações e empresas agrícolas familiares.

Leia também
  • 12/03/2019 23:52:35

    MOSAP II entrega gado bovino para tracção animal

    Caála - Cento e 70 cabeças de gado bovino, para tracção animal, vão ser entregues este ano a 86 famílias camponesas, na província do Huambo, pelo Projecto de Desenvolvimento da Agricultura Familiar e Comercialização (MOSAP II).

  • 11/03/2019 17:21:36

    Preço do saco do açúcar aumenta significativamente no Huambo

    Huambo - O preço do saco de açúcar de 50 quilogramas registou nas últimas duas semanas, na província do Huambo, um aumento significativo, passando de 10.900 kwanzas para 15.500.

  • 11/03/2019 17:11:07

    IDA reforça competências profissionais de novos técnicos

    Huambo - Vinte e sete novos técnicos do Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) na província do Huambo, admitidos em Janeiro, começaram a frequentar hoje, segunda-feira, uma acção de capacitação sobre metodologias e técnicas de facilitação e gestão das escolas de campo.