Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

15 Março de 2019 | 20h22 - Actualizado em 15 Março de 2019 | 20h25

Financiamentos do Banco Mundial adequam-se à economia nacional

Huambo - Os financiamentos que têm sido concedidos pelo Banco Mundial (BM) adequam-se à economia nacional, para fazer face a necessidade da dinamização do progresso e o desenvolvimento social e económico do país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Archer Mangueira, Ministro das Finanças

Foto: Francisco Miúdo

O reconhecimento é do ministro das Finanças, Acher Mangueira, em declarações hoje, sexta-feira, à imprensa, na província do Huambo, no final da visita efectuada pelo vice-presidente do Banco Mundial para África, Hafez Ghanem.

O governante angolano informou que o BM, do qual Angola é membro, tem conseguido conceder empréstimos numa base muito convencional, com período de reembolso longo, que permite a economia nacional cobrir os encargos da divida com normalidade.

Assumiu que os financiamentos do Banco Mundial, em relacção aos outros mais comerciais, são mais concepcionais, com período de reembolso muito longos, acima dos 15 anos, e com custos menos pesados para a tesouraria do Estado.

Por essa razão, o ministro das Finanças informou que tais financiamentos favorecem a execução de projectos de natureza social e económica, que requerem uma maturidade muito longa, para que tenham alguma sustentabilidade e eficácia no processo de dinamização do progresso e desenvolvimento do país.

Tendo em conta o conjunto de vantagens, Archer Mangueira disse que os financiamentos do Banco Mundial deverão, sempre, ser a opção do governo angolano, referindo, ainda,

que a opção por outras linhas de financiamento mais comerciais apenas será feita para os projectos de rendimentos mais rápidos, para poder fazer face ao serviço da divida.

Lembrou que, no quadro da visita do vice-presidente do Banco Mundial e no âmbito das boas relações bilaterais, bem como na eficiência dos seus serviços, Angola solicitou um financiamento na ordem dos 1,2 mil milhões de dólares para 2019, sendo que parte deste recurso será encaminhado à tesouraria do Estado.

Leia também
  • 15/03/2019 20:19:00

    Banco Mundial satisfeito com execução de projectos

    Huambo - A execução dos quatro projectos financiados pelo Banco Mundial, desde 2014, na província do Huambo, deixou satisfeito hoje, sexta-feira, o vice-presidente da instituição, Hafez Ghanem.

  • 15/03/2019 18:24:06

    Inadec deve combater comerciantes desonestos

    Malanje - O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec) em Malanje foi encorajado hoje a combater a desonestidade e o sentimento de impunidade no seio dos agentes comerciais, por constituírem práticas que atentam contra os direito dos consumidores.

  • 15/03/2019 17:41:52

    BPC disponibiliza AKz 100 milhões para "crédito salário"

    Luena - Mais de 100 milhões de kwanzas é o valor que o Banco de Poupança e Credito (BPC) tem disponível no Moxico, para a concessão de crédito aos funcionários das instituições públicas e privadas de crédito, no âmbito do produto "BPC Salário".