Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Março de 2019 | 20h35 - Actualizado em 13 Março de 2019 | 20h34

Repartição de Saurimo arrecada mais de seis milhões de kwanzas em selos

Saurimo - Seis milhões 996 mil Kwanzas é o valor arrecadado em impostos de selos de taxa de circulação até a presente data, pela Repartição Fiscal de Saurimo em 2019, revelou hoje, quarta-feira, a chefe da Repartição Fiscal da Administração Geral Tributária (AGT), Domingas Natividade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à Angop, a propósito das vendas dos selos, a responsável fez saber que foram disponibilizados cinco mil 320 selos, na qual mil e 80 já estão comercializados.

Segundo a responsável, dos cinco mil selos, mil e 969 são para os motociclos, dois mil e 939 para veículos ligeiros e 412 para pesados, cuja previsão da repartição fiscal é de arrecadar para os cofres do Estado 29 milhões e 970 mil e 400 Kwanzas.

Natividade Manuel apelou aos detentores dos veículos e motociclos, no sentido de adquirirem os selos ou taxa de circulação, para evitarem constrangimentos na via com os reguladores da Polícia de Trânsito. 50 porcento.

De lembrar que em 2018 a Repartição Fiscal de Saurimo arrecadou na venda da taxa de circulação 30 milhões 46 mil e 500 Kwanzas.

Leia também
  • 13/03/2019 13:36:52

    Títulos serão instrumentos alternativos de financiamento a empresas

    Luanda - As empresas públicas seleccionadas à privatização terão como alternativa para o seu financiamento os títulos de valor mobiliário de participação (acções), afirmou hoje, em Luanda, director do departamento de política regulatória e normas da Comissão de Mercado Capitais (CMC), Herlânder Diogo.

  • 12/03/2019 18:13:03

    TC prioriza reforço da fiscalização sucessiva das contas públicas

    Ndalatando - O Tribunal de Contas priorizou este ano o reforço das acções e medidas internas de fiscalização sucessiva da gestão dos fundos públicos e dos relatórios de prestação de contas apresentados pelas unidades orçamentadas do Estado, informou hoje o juiz conselheiro da instituição, Joaquim Mande.

  • 12/03/2019 15:56:49

    Regras da SADC com taxas favoráveis a produtos "made" na região

    Luanda - Produtores nacionais que cumprirem com as regras impostas pela Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) poderão beneficiar de taxas reduzidas ou não sujeitas a tarifas de importação de mercadorias para outros países da região, tão logo Angola entre na Zona de Livre Comércio.