Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

14 Março de 2019 | 18h18 - Actualizado em 14 Março de 2019 | 18h36

BM disponibiliza mais verbas para agricultura

Calandula - Doze milhões, 143 mil kwanzas é o valor disponibilizado hoje pelo Banco Mundial (BM) a 131 Escolas de Campo, das 173 existentes na província de Malanje, no âmbito do Projecto de Agricultura Familiar e Comercialização (Mosap II), para o reforço da produção agrícola e auto-sustentabilidade das mesmas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Camponeses de escolas de campo

Foto: ANGOP:ARQUIVO

Cada escola de campo, dos municípios de Malanje, Calandula, Cacuso, Kiwaba Nzoji, Cahombo, Massango, Cunda-dia-Base, Quela e Caculama, vai receber 92 mil e 700 kwanzas, na modalidade não reembolsável, visando a compra de instrumentos agrícolas, adubos e sementes.

Durante o acto, decorrido no município de Calandula, o director do Gabinete Provincial da Agricultura e Florestas, Carlos Chipoia, enalteceu o papel das escolas de campo na capacitação dos agricultores, melhoria das técnicas e diversificação da produção agrícolas ao nível da província.

Referiu que os valores vão estimular o empreendedorismo no seio das comunidades, através da criação de cooperativas agrícolas, contribuindo assim para o combate à pobreza.

Por sua vez, o coordenador provincial da FAO (Fundo das Nações Unidas para Alimentação) para a vertente das escolas de campo, Ilídio Catarina, informou que o apoio aos pequenos agricultores vai abranger mil escolas de campo, a serem criadas faseadamente, de modo a ajudar técnica e metodologicamente os camponeses e reforçar as respectivas caixas comunitárias.

Entretanto, os camponeses afectos às escolas de campo contempladas agradeceram o gesto e reafirmaram o contínuo trabalho para o aumento da produção e diversificação das culturas.

O Mosap II é a segunda fase do projecto e é uma iniciativa do Governo de Angola, implementado desde 2017 com financiamento do Banco Mundial, governo angolano e dos próprios beneficiários e está a ser executado nas províncias de Malanje, Huambo e Bié, pelo Ministério da Agricultura, através do IDA (Instituto de Desenvolvimento Agrário).

O projecto tem por objectivo aumentar a produtividade, produção e comercialização da agricultura de pequena escala, com enfoque para as culturas da mandioca, milho, feijão, batata e hortaliças.

Leia também
  • 14/03/2019 18:13:15

    Incêndio destrói dois armazéns na Huíla

    Lubango - Dois armazéns do estabelecimento comercial "Nossa Casa" do grupo Ango Mart foram totalmente destruídos por um incêndio de grandes proporções, presumivelmente provocado por um curto-circuito, segundo o corpo de bombeiros.

  • 14/03/2019 17:47:21

    BNA prevê relativa estabilidade das Reservas internacionais em 2019

    Luanda - As Reservas Liquidas Internacionais (RLI) angolanas fixaram-se, até Dezembro 2018, em USD 10,6 mil milhões e podem registar uma relativa estabilidade no decurso do ano em curso (2019), segundo o Banco Nacional de Angola (BNA).

  • 14/03/2019 16:20:23

    BNA avalia activos de 12 bancos comerciais

    Luanda - O Banco Nacional de Angola (BNA) vai avaliar, no próximo mês de Abril, a qualidade dos activos de 12 maiores bancos comerciais, no quadro da estabilização do sistema financeiro angolano, anunciou hoje o vice-governador do Banco Central, Manuel Tiago Dias.