Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

01 Maio de 2019 | 01h50 - Actualizado em 01 Maio de 2019 | 01h49

Responsáveis formados sobre plano de desenvolvimento da pesca artesanal

Uíge - Administradores municipais, adjuntos, directores e outros responsáveis no Uíge participaram, nesta terça-feira, nesta cidade, numa formação sobre o plano de desenvolvimento da pesca artesanal, promovido pelo Ministério das Pescas e do Mar.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A acção, realizada no âmbito da visita de dois dias da ministra Maria Antonieta Josefina Sabina Baptista a província, abordou questões como a expensão e fiscalização das pescas, métodos, técnicas de processamento, recolha de infirmação estatísticas, entre outros temas.

Assuntos como o mapeamento das comunidades sobre a pesca artesanal, associativismo e cooperativas, licenciamento da pesca artesanal, documentos necessários para exercer a actividade, segurança alimentar e integração na cadeia de abastecimento, foram igualmente tratados no seminário.

O director técnico do Instituto Nacional do Desenvolvimento da Pesca Artesanal e Aquicultura, Henrique Gonçalves, disse que a formação visa capacitar os administradores e outros responsáveis com matérias práticas e transferência de competências dos órgãos centrais para as administrações locais no capítulo das actividades piscatórias.  

Segundo o interlocutor, actividade do género, iniciada no Uíge, vai decorrer em todo país para se encontrar melhores soluções no fomento do pescado e aumento de empregos, através da pesca artesanal e do mar, sustentou.

Henriques Gonçalves apelou, na ocasião, aos participantes a transmitir as matérias apreendidas a outros técnicos das actividades piscatórios nas suas áreas de jurisdição, para melhor desenvolvimento da pesca artesanal na província.

A referida formação decorre num momento em que terminou a dias o censo estatístico, nos sectores agro-pecuário e pescas no Uíge, iniciado a 15 de Abril, que visa produzir informações estruturais de base para os referidos sectores e dados actuais que vão facilitar a tomada de decisão e aplicação das políticas económicas, sociais, empresariais e nos níveis administrativos neste domínio.

O censo piloto de Recenseamento Agro-Pecuário e Pescas (RAPP) 2018/2019, a decorrer em todo o território nacional, abrangeu nesta região apenas 24 aldeias da Dange-Quitexe, das quais 12 da sede municipal, e igual número em Ambuíla.

Neste momento, a nível do país, foram escolhidos cinco províncias para a realização do censo piloto agro-pecuário e pescas, entre as quais o Uíge, Kwanza Sul, Benguela, Huíla e Moxico, processo que tem a coordenação do Instituto Nacional de Estatísticas (INE), com apoio da União Europeia (EU), que disponibilizou especialistas para colaborar no processo.

Leia também
  • 30/04/2019 20:20:50

    Lançado projecto de fomento do auto-emprego no meio rural

    Uíge - Um projecto para o fomento do auto-emprego no meio rural nos domínios da agricultura familiar, construção de tanques para aquicultura e criação de cooperativas de pesca, foi lançado hoje (terça-feira), no município do Negage, província do Uíge, pela secretária de Estado para a Juventude, Guilhermina Fundanga Manuel.

  • 30/04/2019 18:15:18

    Mulheres concluem formação sobre gestão de pequenos negócios

    Uíge - Cinquenta mulheres concluíram segunda-feira, nesta cidade, uma acção formativa sobre Gestão Básica de Pequenos Negócios, tendo em vista melhorar a gestão do próprio negócio.

  • 30/04/2019 16:40:30

    Pesca continental na Huíla com baixos níveis de captura

    Lubango - Vinte e dois mil e 362 quilogramas de peixe diverso foram capturadas de Janeiro a Março deste ano, na província da Huíla, contra as quatro mil e 33 quilogramas de igual período em 2018.