Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

03 Maio de 2019 | 21h04 - Actualizado em 03 Maio de 2019 | 21h04

Peste suína africana mata mais de mil animais na Humpata e Lubango

Lubango - Mil e 200 suínos morreram nos meses de Março e Abril do ano em curso, nos municípios do Lubango e Humpata, por um surto epidémico de peste suína africana, informou hoje, sexta-feira, no Lubango o chefe de Departamento Provincial da Pecuária, Samo Daniel.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à Angop, o responsável referiu ser um surto “altamente contagioso” e afecta apenas o gado suíno, que depois de infectado tem de um a três dias de vida, e a província não tem registo da doença há pelo menos sete anos.

Declarou que o Lubango não regista casos do surto há já três semanas. A doença está no momento apenas nas comunas do Alto Bimbe e Neves, no município da Humpata.

Disse que o surto não afecta o ser humano, o mesmo  não tem cura e nem vacinas, começa com uma apatia, passando pela perda de apetite, temperatura alta no animal, manchas vermelhas no abdómen, entre as pernas e nas orelhas. Nas fêmeas prenhe causa também abortos.

Fez saber que o gabinete provincial da Agricultura Pecuária e Pescas já alertou os criadores para não venderem, nem comercializarem os suínos, assim como não consumir a carne do animal por suspeita da doença, pois não tem tratamento e nem vacina, pois a única coisa que se deve fazer é cumprir as medidas de biosegurança.

“Os criadores devem ter higiene nas unidades, evitar o transporte e movimento dos animais de espécie suína das áreas afectadas para locais não afectados. Não comprar animais com a suspeita da doença, uma vez que é uma doença que produz muitas perdas económicas”, reforçou.

A doença foi diagnosticada pela primeira vez no Quénia (África) e tem sido observada desde o século XX e actualmente alastrou-se em toda região da África Subsariana. A peste é causada por um vírus composto por DNA fita dupla, pertencente a família Asfarviridae. A doença é exclusiva de suínos.

Assuntos Animais   Província » Huíla   Saúde  

Leia também
  • 03/05/2019 20:56:03

    França vai financiar reabilitação do Instituto Agrário do Tchivinguiro

    Humpata - O embaixador da França em Angola, Sylvain Itté, manifestou hoje, no município da Humpata, província da Huíla, o interesse do seu país em reabilitar o complexo do Instituto Técnico Agrário do Tchivinguiro (ITAT), no âmbito da cooperação francesa na área de formação profissional em agricultura e agro-indústria existente desde 2018.

  • 30/04/2019 19:15:12

    Governo investe USD 5 milhões em fomento agrícola

    Lubango - Cinco milhões de dólares norte-americanos serão investidos, ainda este ano, pelo Ministério da Agricultura e Florestas no Projecto de Recuperação da Agricultura (PRA) nas províncias da Huíla, Cunene e Benguela, um financiamento do Fundo de Desenvolvimento da Agricultura (FIDA).

  • 30/04/2019 16:40:30

    Pesca continental na Huíla com baixos níveis de captura

    Lubango - Vinte e dois mil e 362 quilogramas de peixe diverso foram capturadas de Janeiro a Março deste ano, na província da Huíla, contra as quatro mil e 33 quilogramas de igual período em 2018.