Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

18 Maio de 2019 | 15h06 - Actualizado em 19 Maio de 2019 | 11h48

PR anuncia que obras da Marginal da Corimba serão retomadas

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, anunciou, este sábado, na Barra do Cuanza, que as obras da Marginal da Corimba serão retomadas, independentemente dos construtores.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da República, João Lourenço, efectua a primeira tacada, na abertura do Torneio "Presidential Golf Day"

Foto: NELSON MALAMBA

Em declarações à imprensa, à margem da abertura do torneio “Presidential Golf Day”,  João Lourenço disse que o concurso para a construção da marginal da Corimba foi anulado por razões de peso.

A anulação do concurso consta do Despacho Presidencial Nº 72/19, de 15 de Maio, que alega “sobrefacturação nos valores dos referidos Contratos com serviços onerosos para o Estado”.

“São anulados e resolvidos os contratos relativos à implementação do Projecto Marginal da Corimba, aprovado pelo Despacho Presidencial Nº 9/16, de 25 de Janeiro”, determina João Lourenço.

O anulado Contrato de Dragagens, Reclamação de Terra e Protecção da Costa havia sido celebrado com as empresas Urbinveste e Van Oord Dredging and Marine Contractors BV, ambas em consórcio externo.

O valor global, em kwanzas, era equivalente a USD 615.208.842,78 (seiscentos e quinze milhões, duzentos e oito mil, oitocentos e quarenta e dois dólares dos Estados Unidos da América e setenta e oito cêntimos).

Um outro Contrato de Concepção, Projecto e Construção, Execução e Conclusão das Infra-Estruturas, ainda segundo o Despacho Presidencial, havia sido celebrado com as empresas LANDSCAPE e sucursal em Angola da China Road and Bridge Corporation, ambas igualmente em consórcio externo.

Este último contrato previa o valor global, em kwanzas, equivalente a USD 690.154.447,55 (seiscentos e noventa milhões, cento e cinquenta e quatro mil, quatrocentos e quarenta e sete dólares dos Estados Unidos da América e cinquenta e cinco cêntimos.

O Despacho Presidencial autoriza o ministro da Construção e Obras Públicas a renegociar e assinar novos contratos com as duas empresas, detentoras do financiamento externo, “com redução aos limites dos valores dos projectos iniciais

Assuntos Angola   Obras Públicas  

Leia também
  • 18/05/2019 09:34:57

    Mudança na Sonangol é um acto de gestão - Manuel Augusto

    Paris - O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, disse, quinta-feira, na capital francesa, em entrevista à RFI, que a petrolífera angolana Sonangol está a viver uma fase de transição.

  • 16/05/2019 21:36:53

    Infra-estruturas integradas com 40 quilómetros asfaltados

    Lubango - Quarenta quilómetros, dos 100 previstos, nas obras de infra-estruturas integradas da cidade do Lubango, capital da Huíla, estão completamente asfaltados, o que corresponde a 60 % por cento de execução física global.

  • 15/05/2019 21:01:05

    Contenção de ravinas consome mais de 100 milhões de kwanzas

    Uíge - Cento e sessenta e quatro milhões e 198 mil kwanzas serão aplicados pelo Governo angolano nas obras de contenção das quatro ravinas críticas que afectam Maquela do Zombo, a 293 quilómetros a Norte da cidade do Uíge, sendo o terceiro município que beneficia este mês deste investimento do Governo central.