Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

23 Maio de 2019 | 18h46 - Actualizado em 23 Maio de 2019 | 20h49

Fórum Mundial assegura captação de investimento privado

Luanda - A ministra do Turismo, Ângela Bragança, afirmou hoje, em Luanda, que a realização do Fórum Mundial do Turismo em Angola assegura a convicção de que haverá a multiplicação do conhecimento, na arte de fazer turismo, promoção e captação do investimento privado nacional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministra do Turismo, Ângela Bragança

Foto: Nelson Malamba

Ao falar na abertura Fórum Mundial do Turismo (WTF), aberto nesta quinta-feira pelo Presidente da República, João Lourenço, disse que o caminho passará também pela promoção da imagem do país no exterior e a divulgação das suas potencialidades.

Ângela Bragança considera o evento uma “plataforma de diálogo”, interacção de experiências, criação de relações e projecção do turismo como um vector da economia.

Frisou que Angola é um país que tem um foco na diversificação da economia, para alterar o ciclo de excessiva dependência do petróleo e projectar um futuro de sustentabilidade económica, capaz de gerar o bem-estar da população e o progresso do país.

Segundo a ministra, dentro dos “clusters” que integram o PDN 2018-2022, o do turismo é desafiante, pelas expectativas quanto ao seu desenvolvimento e impacto na economia.

“O caminho a percorrer para responder a este desafio é um dos objectivos que reúne especialistas no evento, onde pretendem conhecer as experiências para alavancar o turismo e torna-lo sustentável”, disse.

Acrescentou que as inúmeras potencialidades de Angola e o estado embrionário do turismo fazem do país um tesouro rico e um território por desvendar.

Ângela Bragança aproveitou a ocasião para comunicar a realização da Bolsa Internacional de Turismo, a Bitur em 2020, na 3ª semana de Outubro, em Luanda.

Informou que a parceria estabelecida com o WTF, para a organização deste evento, está assente numa base de continuidade e de acções conjuntas para a divulgação e projecção da imagem de Angola, para a dinamização e desenvolvimento do turismo.

O fórum, que acontece pela segunda vez em África (a primeira foi Ghana), conta com a presença da ministra do Turismo de Angola, Ângela Bragança, e do presidente do WTF, o turco Bulut Bagci.

O Fórum Mundial do Turismo já foi realizado na Turquia, Reino Unido, Qatar, EUA e Emirados Árabes Unidos (Dubai).

Fundado em 2015, o WTF reúne os profissionais que dirigem a indústria do turismo com as cúpulas internacionais e, em cada ano, constrói pontes entre os vários países do mundo.

O Fórum Mundial do Turismo, de acordo com o seu presidente, tem em carteira um investimento de mil milhões de dólares para Angola, com vista a desenvolver esse  sector.

Angola vai trabalhar com o WTF, durante um período mínimo de cinco anos, com o objectivo de desenvolver a actividade turística, atrair investidores e promover a imagem de Angola.

Os líderes da indústria do turismo a nível do mundo estão a abordar temas como “Turismo em África”, “Turismo digital ou informatizado”, “O papel do governo nas viagens de negócio”, “Porquê investir em Angola”, e "O segredo ou a história do sucesso dos destinos turísticos”, entre outros assuntos.

O evento reúne cerca de mil e quinhentos delegados, podendo trazer oportunidades de investimentos nos sectores da construção, transportes, energia e águas e agricultura e proporcionar a criação de empregos, pelo facto de o turismo ser uma indústria de investimento de paz e de lazer, bem como de oportunidades.

Bolsa Internacional de Turismo

Ângela Bragança aproveitou a ocasião para comunicar a realização da Bolsa Internacional de Turismo (Bitur), na terceira semana de Outubro de 2020, em Luanda.

Segundo a governante, a parceria com o WTF, para a organização deste forúm, assenta numa base de continuidade e de acções conjuntas para a divulgação e projecção da imagem de Angola, bem como a dinamização e o desenvolvimento do turismo.

O referido evento, que acontece pela segunda vez em África (a primeira foi no Ghana), conta com a presença da ministra da Hotelaria e Turismo de Angola, Ângela Bragança, e do presidente do WTF, o turco Bulut Bagci.

O Fórum Mundial do Turismo já foi realizado na Turquia, Reino Unido, Qatar, EUA e Emirados Árabes Unidos (Dubai).

Fundado em 2015, o WTF reúne os profissionais que dirigem a indústria do turismo com as cúpulas internacionais e, em cada ano, constrói pontes entre os vários países do mundo.

Investimentos para Angola

O Fórum Mundial do Turismo, de acordo com o seu presidente, tem em carteira um investimento de mil milhões de dólares para Angola, em prol do desenvolvimento deste sector.

Angola vai trabalhar com o WTF, num período mínimo de cinco anos, com o objectivo de desenvolver a actividade turística, atrair investidores e promover a imagem de Angola.

Os líderes da indústria do turismo a nível mundial estão a abordar temas como “Turismo em África”, “Turismo Digital ou Informatizado”, “O Papel do Governo nas Viagens de Negócios”, “Porquê Investir em Angola”, e "O segredo ou a História do Sucesso dos Destinos Turísticos”, entre outros assuntos.

O evento reúne cerca de mil e quinhentos delegados, podendo trazer oportunidades de investimentos nos sectores da construção, transportes, agricultura, energia e águas e proporcionar a criação de empregos, pelo facto de o turismo ser uma indústria de investimentos de paz e de lazer, bem como de oportunidades.

Assuntos Turismo  

Leia também