Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

23 Maio de 2019 | 21h12 - Actualizado em 23 Maio de 2019 | 21h12

Províncias angolanas expõem potencialidades turísticas

Luanda - As províncias de Benguela, Luanda, Bengo, Uige e Moxico estão a apresentar, no Fórum Mundial do Turismo, aberto hoje, quinta-feira, na capital do país, as potencialidades turísticas para atrair possíveis investidores para investimentos em diferentes sectores, com prioridade para o turismo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governadora do Bengo, Mara Quiosa

Foto: Nelson Malamba

Em declarações à Angop numa feira montada no Centro de Convenções de Talatona, inserida no Fórum Mundial do Turismo que o país acolhe de 23 a 25 de Maio,  a governadora do Bengo, Mara Quiosa, disse que província levou ao fórum as potencialidades turísticas daquela parcela do território nacional.

Mara Quiosa adiantou que a província está a apresentar aos potenciais investidores o enorme potencial turístico que a província possui, como recursos hídricos, rios, uma orla marítima com mais de 100 Km, com belas praias, património histórico-cultural, destacando o município do Ambriz, onde pode ser encontrada a casa de escravos, fortaleza e outros atractivos.

Além do potencial natural, há também o humano, pois a cultura se reflecte nos hábitos e costumes, bem como na culinária, devendo ser feito um investimento acrescido nos quadros para poder dar resposta a todo movimento que tem sido realizado no sector turístico.

Em relação às infra-estruturas que ajudam no fomento do turismo, entende ser importante ter água, energia e vias de acesso, para atrair empresários às localidades, pelo que o governo local já está a trabalhar na melhoria dos caminhos e estradas.

Por sua vez, o vice-governador provincial para o sector Técnico e Infra-estruturas do Moxico, Manuel Lituai, explicou que a província está a apresentar as suas potencialidades turísticas, como o Lago Dilolo, o terceiro maior de África, o Parque da Cameia, o terceiro maior do país, bem como uma flora espectacular, recursos hídricos e o mel.

Em relação à produção de mel, Manuel Lituai disse que ainda está restringida a uma produção familiar, mas o governo local tenciona industrializar para dar emprego aos jovens e contribuir para a arrecadação de receitas para a província.

Realçou que a província tem capacidade hoteleira para responder às necessidades do momento, pois continuam a receber empresários interessados em investir no sector.

Por sua vez, o governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova, sublinhou que o fórum é um evento que abre as portas do país, por conseguir congregar muitos potenciais investidores em sectores importantes e certamente vão garantir maior empregabilidade para juventude.

Salientou que o fórum constitui uma oportunidade para os empresários angolanos interagirem com os seus homólogos que têm a vantagem de acumularem largos anos de experiência.

O fórum, que acontece pela segunda vez em África (a primeira foi no Ghana), já foi realizado na Turquia, Reino Unido, Qatar, EUA e Emirados Árabes Unidos  (Dubai).

Assuntos Turismo  

Leia também
  • 23/05/2019 20:24:16

    Investidores hoteleiros pedem garantias de protecção de negócios

    Luanda - Os gestores das cadeias hoteleiras internacionais Aleph Hospitality e Kasada Capital pediram hoje garantias de protecção de seus negócios ao Governo angolano para investir no país.

  • 23/05/2019 19:39:25

    Luanda alberga maioria dos empreendimentos turísticos do país

    Luanda -A capital do país alberga 60 porcento dos empreendimentos e equipamentos turísticos existentes em Angola, cabendo os restantes 40 porcento às demais 17 províncias, disse, nesta quinta-feira, em Luanda, a ministra da Hotelaria e Turismo, Ângela Bragança.

  • 23/05/2019 18:46:46

    Fórum Mundial assegura captação de investimento privado

    Luanda - A ministra do Turismo, Ângela Bragança, afirmou hoje, em Luanda, que a realização do Fórum Mundial do Turismo em Angola assegura a convicção de que haverá a multiplicação do conhecimento, na arte de fazer turismo, promoção e captação do investimento privado nacional.