Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

11 Julho de 2019 | 10h13 - Actualizado em 12 Julho de 2019 | 13h27

CFL constrói ramal para facilitar transporte de combustíveis

Luanda - O Caminho-de-ferro de Luanda está a construir, desde Junho último, um ramal ferroviário, partindo do oleoduto da empresa Sonangol na Boavista até à estação dos Musseques, para melhorar o transporte de combustível à província de Malanje.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Comboio do CFL (arq)

Foto: António Escrivão

Além deste ramal, dois outro estão a ser construídos com o mesmo objectivo nas localidades do Lucala (Cuanza Norte) e outro na província de Malanje, com vista a facilitar o enchimento dos vagões cisternas e também diminuir os custos operacionais das empresas, em relação a actual modalidade em que são usados camiões com tanques para o enchimento dos vagões.

Em declarações hoje (quinta-feira) à Angop, em Luanda, o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do CFL, Augusto Osório, explicou que, além destes trabalhos de construção de novas linhas, estão ainda a recuperar, de forma faseada, 20 carruagens de passageiros de origem sul-africana, para os itinerários Luanda/Catete, Dondo/Luanda e Malanje/Luanda.

Com a reparação destes meios, prosseguiu o responsável, a empresa vai aumentar a capacidade de transportação de passageiros nos serviços suburbanos de seis mil para dez mil diários, com o incremento de mais comboios, passando de 17 para 22 dia.

A conclusão da construção do ramal da Boavista/Musseque está prevista para finais deste mês e orçada em 68 milhões de kwanzas.
 

Leia também
  • 04/07/2019 16:11:02

    CFM vai facturar mais de mil milhões de kwanzas com ferro

    Lubango - O arranque da exploração do ferro-gusa, no município do Cutato, Cuando Cubango e da Jamba, na Huíla, permitirá aumentar a facturação do Caminho de Ferro de Moçâmedes (CFM), de 700 milhões para mais de mil milhões de kwanzas/ano.

  • 28/06/2019 22:04:46

    Transportes necessitam de quadro sustentável para mobilidade urbana

    Luanda - O Ministério dos Transportes necessita definir um quadro sustentável de mobilidade urbana para todo território nacional, declarou nesta sexta-feira, em Luanda, o ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu.

  • 19/06/2019 19:58:18

    TAAG reforça frota com seis novas aeronaves

    Luanda - A TAAG - Linhas Aéreas de Angola, no quadro do processo de renovação da sua frota de aeronaves, adquiriu seis novos aparelhos do tipo Dash8-400s, da companhia canadiana “De Havilland of Canada Limited”.