Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

16 Julho de 2019 | 18h19 - Actualizado em 16 Julho de 2019 | 18h19

TV Cabo é a empresa mais reclamada - Inadec

Luanda - Das 69 reclamações recebidas pelo Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec), no período de 8 a 12 de Julho, a TV cabo (com sete) foi a instituição com mais reclamações dos clientes, seguida do Kero com quatro e Movicel com duas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Logotipo do Inadec

Foto: Foto/ Divulgação

No mesmo período, o Instituto resolveu 76 casos de conflitos de interesses de consumo  e procedeu  a 29 aconselhamentos.

Esses dados, segundo uma nota do Inadec que a Angop teve acesso hoje, resultaram das habituais intervenções no mercado de consumo, visando a melhoria da qualidade dos bens e serviços, condições de conservação e comercialização dos produtos vendidos.

Ainda no âmbito das suas acções, o Inadec visitou 68 estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, onde se constatou 47 infracções, que resultaram em 59 notificações, retirada do selo de suspensão temporária a três lojas, após cumprimento de recomendações.

Efectuou três acções inutilização de produtos diversos, dentre eles quatro mil e 438 redutores contrafeitos e ateneu a cinco denúncias. Realizou nas 18 província s do país, seis acções de formação, uma palestra e 24 acções de sensibilização.

Relativamente às infracções, o Inadec constatou que alguns estabelecimentos continuam com mais práticas na arrumação e conservação dos bens alimentares bem como a falta de asseio e higiene, a venda de produtos com rótulo em língua estrangeira, ausência de Livro de reclamações, factos que, de acordo com a instituição, constituem infracções  grave.

Assuntos Economia   Inadec  

Leia também
  • 16/07/2019 11:23:32

    Cimenteira aposta no aumento da produção

    Catumbela - Localizada no limite da divisão administrativa entre os municípios da Catumbela e de Benguela, a cimenteira Cimenfort, projecto privado, resiste à crise financeira que abala o país e, qual um camaleão, transfigura-se e reergue-se, apostando no aumento da sua produção, que se espera atinja um milhão e 400 mil toneladas ano, contra as actuais 400 mil.

  • 15/07/2019 18:22:09

    Câmara do Comércio pede exclusão de empresas incumpridoras

    Luena - A Câmara de Comércio e Indústria do Moxico pediu ao governo da província a exclusão de empresas ou empresários que abandonaram obras públicas já pagas na totalidade de futuros contratos de empreitadas.

  • 13/07/2019 00:31:48

    Bié: Fórum Económico marca abertura das festividades do 48º aniversário do Andulo

    Andulo - A realização da 3ª Edição do Fórum de Desenvolvimento Económico e Social do Andulo marcou a abertura, hoje (sexta-feira), das festividades do 48º aniversário de ascensão de Andulo à cidade, em acto orientado pelo Governador do Bié, Pereira Alfredo.