Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

08 Agosto de 2019 | 17h46 - Actualizado em 08 Agosto de 2019 | 17h46

Inadec apreende mais de 8 mil sacos de Feijão Pinto

Luanda - Pelo menos Oito mil e cento e setenta sacos de Feijão Pinto, impróprios para o consumo humano, foram apreendidos no período de 26 de Julho a 02 de Agosto, em Luanda, pelo Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os referidos produtos serão incinerados nos próximos dias, de acordo com uma nota da instituição que vela pela defesa do consumidor chegada hoje à Angop.

O instituto efectuou, neste período, 80 visitas de constatação aos estabelecimentos comerciais, apreendeu igualmente 150 cartões de Ovos por ser impróprios ao consumo, 10 sacos de arroz, 35 sacos de açúcar, 140 sacos de farinha de milho, 34 sacos de farinha de trigo da marca da marca "Kianda", e 398 unidades diversas de cosméticos, por falta de certificado de qualidade alimentar.

Durante o período em referência, o Instituto atendeu 35 denúncias e 115 reclamações, sendo que 53 foram resolvidas.

As empresas mais reclamadas foram a Macon, com 34 e o Kulamba Malls com quatro.

As reclamações foram registadas nas províncias de Luanda, Cabinda, Huíla, Namibe, e Malanje.

Assuntos Consumo   Inadec  

Leia também
  • 16/07/2019 18:19:14

    TV Cabo é a empresa mais reclamada - Inadec

    Luanda - Das 69 reclamações recebidas pelo Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec), no período de 8 a 12 de Julho, a TV cabo (com sete) foi a instituição com mais reclamações dos clientes, seguida do Kero com quatro e Movicel com duas.

  • 11/07/2019 00:51:50

    Inadec promove formação em Higiene e Segurança Alimentar

    Uíge - Trinta operadores de comércio de diversos sectores no Uíge terminaram, quarta-feira, uma formação em Higiene e Segurança Alimentar, promovida pelo Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec), em parceria com a Escola do Comércio, com vista a garantir a viabilidade dos bens comercializados na região.

  • 04/07/2019 18:35:23

    Caso Jefran constitui conflito de consumo mais relevante de Junho

    Luanda - O caso Jefran, que opõe a promotora imobiliária a 392 clientes por incumprimento de um contrato de compra e venda de casas, constituiu o litígio de relação de consumo mais relevante mediado pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Inadec) no mês de Junho.