Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Agosto de 2019 | 18h18 - Actualizado em 13 Agosto de 2019 | 18h39

AGT cria postos fiscais nos municípios fronteiriços

Luena - A Administração Geral Tributária (AGT) está a estudar a possibilidade de expansão das repartições fiscais nos municípios fronteiriços da Sétima Região Tributária, anunciou hoje o seu administrador, José Leiria.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Moxico: Administrador da AGT, José Leiria

Foto: David Dias

Ao falar à imprensa, após o encontro que manteve com o governador do Moxico, Gonçalves Muandumba, o administrador da AGT disse que o assunto está a ser estudado pelos técnicos da Sétima Região Tributária, que engloba as províncias do Moxico, Lunda Sul e Lunda Norte.

Explicou que o propósito é levar o fisco mais próximo dos contribuintes, e isso envolve custos como a contratação de pessoal e a construção de infra-estruturas fiscais, entre outros desígnios.

José Leiria lembrou que a nível da Sétima Região Tributária existem quatro repartições fiscais, número considerado ínfimo, tendo em conta a quantidade de contribuintes existentes, cujo número não precisou.

Sem adiantar os valores arrecadados anualmente, disse que a Sétima Região Tributária tem cumprido com as metas de arrecadação de receitas, pois o desafio é alargar a base tributária, incentivando as pessoas a pagarem impostos.

Durante a visita de três dias à província, a delegação da AGT, proveniente de Luanda, vai visitar e reunir com os técnicos das repartições fiscais da Sétima Região Tributária da região leste do país.

Leia também
  • 13/08/2019 17:06:11

    Privatizações vão ter em conta Lei contra branqueamento de capitais

    Luanda - O Programa de Privatizações (PROPRIV) em Angola vai obedecer, em todo o seu processo, a uma observância da Lei de Combate ao Branqueamento de Capitais e Financiamento do Terrorismo, advertiu nesta terça-feira, o ministro das Finanças, Archer Mangueira.

  • 13/08/2019 16:48:52

    Governo esclarece injecção de capital no Banco Económico

    Luanda - O ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo, esclareceu, nesta terça-feira, que o aumento da participação da Sonangol no Banco Económico visou atender a orientação do Banco Nacional de Angola (BNA), enquanto órgão regulador.

  • 13/08/2019 16:07:07

    Saurimo necessita de 90 MW de energia

    Saurimo - O sector eléctrico no município de Saurimo, província da Lunda Sul, necessita de pelo menos 90 megawatts, para cobrir os bairros que não estão electrificados e fazer face ao crescimento da actividade económica, anunciou hoje, nesta cidade, o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges.