Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

14 Agosto de 2019 | 18h18 - Actualizado em 15 Agosto de 2019 | 13h01

Central térmica do Nhama começa a funcionar em Setembro

Saurimo - A central Termina do Nhama, localizada no bairro com mesmo nome, arredores de Saurimo (Lunda Sul) com capacidade de 20 megawatts, entra em funcionamento em Setembro próximo, anunciou hoje o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lunda Sul: Ministro de Energia e Águas, João Baptista Borges, visita Central Térmica

Foto: ANGOP

Ao falar no final da visita de trabalho de dois dias à província da Lunda Sul, o titular da pasta disse ser objectivo do Ministério eliminar as restrições no fornecimento de energia e estender o acesso do mesmo à cidade de Saurimo.

Explicou que estão já a ser instalados os postos de transformação de energia (PTs), apesar de se registar uma letargia nos trabalhos, uma vez que dos 21 PTs previstos, apenas quatro foram montados.

Para ultrapassar tal situação, o titular da pasta de Energia e Águas disse que va manter um encontro com a empresa responsável pela montagem dos PTs, para acelerar os trabalhos.

Sublinhou que o sistema de distribuição estará interligado com Hidrochicapa e ABC Txicumina, visando estabelecer um funcionamento em paralelo, evitando que se faça restrições quando for necessário intervir na rede.

Para efeito, segundo João Borges, chega nesta quinta-feira a província da Lunda Sul, uma equipa que irá trabalhar com os responsáveis da ENDE, PRODEL e a Rede Nacional de Transporte de Energia (RNT), com vista a definir o esquema de exploração das centrais.

Relativamente à barragem da Hidrochicapa, informou que a mesma apresenta problema num dos quatro grupos geradores, daí ter orientado a PRODEL a encontrar uma solução.

Anunciou que a província vai beneficiar igualmente de um projecto de energia solar, cujos contratos foram já aprovados, por este facto, o sector vai projectar a interligação com a rede existente, para que, quando se iniciar a construção do “Parque Solar” em Saurimo a mesma esteja preparada para integrar o sistema.

Quanto à situação do postos de alta tensão provenientes da barragem da Hidrochicapa, que se encontram numa zona de erosão, referiu apresentará a preocupação ao Ministério da Construção e Obras Públicas, de modo a conter a progressão da ravina.

Acrescentou que caso a ravina não seja estancada, a RNT será obrigada a desviar a linha, o que acarretaria custos enormes, além da descontinuidade no fornecimento de energia.

Outro problema, segundo o ministro, prende-se com desassoreamento do rio Chicapa, cuja responsabilidade está a cargo da PRODEL, na qualidade de co-proprietária da barragem Hidrochicapa, uma vez que o seu reservatório está cada vez mais incapacitado e há necessidades de ser revisto, “corremos o risco dos grupos geradores não funcionarem na sua plenitude”, concluiu.

A província apenas dispõe de 16 megawatts que são produzidos pela Barragem Hidroeléctrica do Chicapa, não corresponde para atender a demanda, para uma população estimada em mais de 432 mil e 548 habitantes.

A energia consumida em Saurimo é proveniente das centrais térmicas do Txicumina (5 megawatts) e da Greco (11 megawatts), sendo que a barragem hidroeléctrica do Chicapa 1, com uma capacidade de 16 megawatts, disponibiliza apenas quatro MW para a cidade.

Leia também
  • 14/08/2019 20:46:51

    Investidores passam a ter visto de trabalho em 15 dias

    Luanda - O visto de trabalho para investidores e especialistas/técnicos estrangeiros em Angola passará, a partir de agora, a ser emitido em 15 dias, visando aumentar a captação do investimento privado e a dinamização da actividade empresarial no país.

  • 14/08/2019 18:27:04

    Governo revela empresas incluídas no PROPRIV

    Luanda - O Governo Angolano já tornou pública a lista das 195 empresas que serão privatizadas, até 2022, no âmbito do Programa de Privatizações (PROPRIV).

  • 14/08/2019 16:17:18

    Investimento na distribuição de energia beneficia milhares de consumidores

    Dala - A instalação de quatro postos de transformação de energia eléctrica, no município do Dala, província da Lunda Sul, vai permitir à Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) estender, este ano, a rede eléctrica e beneficiar sete mil pessoas, dos 10 mil e 900 residentes na sede.