Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

18 Agosto de 2019 | 15h04 - Actualizado em 18 Agosto de 2019 | 15h04

Ministério da Agricultura quer mais participação de operadores privados

Cacuso - O ministro da Agricultura e Florestas, António Francisco de Assis, pediu mais investimentos de operadores privados no sector agrícola, com vista a se elevar cada vez mais a produção.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Falando hoje, domingo, no município de Cacuso, província de Malanje, onde inteirou-se do funcionamento de algumas empresas instaladas no Pólo Agro-industrial de Capanda, o ministro fez saber que ao Estado deve caber, essencialmente, a função de criar políticas de incentivo e de fiscalização das acções agrícolas.

“É preciso mudar o actual quadro em que o Estado é o maior operador no sector agrícola, sendo por isso necessário haver mais presença do sector privado”, disse

De acordo com o titular da pasta da Agricutura e Florestas, tal aposta já vem ganhando corpo em Malanje, onde grande parte das fazendas agrícolas é de iniciativa privada, ao contrário do que se verifica noutras regiões do país.

Neste sentido, lembrou estar em curso o processo de privatização de projectos agrícolas criados com fundos públicos, salientado que o mesmo vai dar primazia aos investidores que apresentarem propostas que se alinhem ao Plano Nacional de Desenvolvimento.

Relativamente aos projectos visitados, António Francisco de Assis mostrou-se satisfeito pelo funcionamento dos mesmos, por estarem em consonância com as políticas traçadas pelo governo para o sector agrícola.

António Francisco de Assis, que trabalha desde sábado nesta província, visitou, no município de Cacuso, as fazendas âncoras ao Pólo Agro-Industrial de Capanda, nomeadamente a Companhia de Bioenergia de Angola (Biocom), Fazenda Molda Terras, Montenegro e Socamia (município de Cangandala).

O programa reserva ainda para hoje (domingo), último dia de trabalho, a apresentação da situação actual da Sodepac (Sociedade do Pólo Agro-industrial de Capanda) e visita a campos de produção de agricultura familiar e a unidade educacional agrícola.

 

Leia também
  • 16/08/2019 18:33:23

    Cooperativas agrícolas de Menongue recebem meios agrícolas

    Menongue - Seis cooperativas agrícolas do município de Menongue, província do Cuando Cubango, receberam quinta-feira “inputs” diversos, numa acção que visa o aumento da produção e melhoria das culturas nas zonas ribeirinhas.

  • 16/08/2019 08:38:13

    Sinais de recessão fazem soar alarmes na economia mundial

    Luanda - A contracção da economia alemã, o crescimento da produção industrial chinesa abaixo do previsto e a queda do rendimento dos títulos da dívida pública dos EUA a 10 anos para valores inferiores aos das obrigações a dois anos são sinais que preocupam os economistas.

  • 15/08/2019 19:59:07

    Inaugurado posto fiscal da AGT em Maquela do Zombo

    Uíge - Um novo posto fiscal da Administração Geral Tributário (AGT) foi inaugurado hoje, quinta-feira, em Maquela do Zombo, pela vice-governadora para o sector político social e económico do Uíge, Catarina Pedro Domingos, para aproximar os serviços ao cidadão e melhorar a arrecadação de receitas do Estado.