Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Agosto de 2019 | 12h34 - Actualizado em 13 Agosto de 2019 | 16h02

Nova central eléctrica entra em funcionamento em Setembro

Luena - Uma nova central térmica de 20 megawatts, para fornecer energia à cidade do Luena, província do Moxico, entra em funcionamento a partir de Setembro próximo, anunciou nesta terça-feira o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Ministro de Energia e Águas, João Baptista Borges

Foto: David Dias

Moxico: ministro de Energia e Águas, João Baptista Borges, visita nova Central Térmica

Foto: David Dias

Ao falar à imprensa, o ministro disse que a nova central térmica, erguida no bairro Social da Juventude, arredores da cidade do Luena, vai aumentar significativamente a produção de energia na região.

João Baptista Borges explicou que o sector pretende igualmente, instalar oito postos de transformação de energia eléctrica e expandir a rede de distribuição, com vista a efectuar mais de 11 mil ligações domiciliárias.

O sector prevê ainda construir, na cidade do Luena, uma central solar (foto voltaica), com vista a reduzir os custos na obtenção de combustíveis.

Para os demais municípios do Moxico, disse que o ministério pretende implementar energia solar, além da intenção da República da Zâmbia fornecer, nos próximos tempos, energia nos municípios transfronteiriços.

Para minimizar a situação energética nos municípios do Alto Zambeze e do Léua, o governante disse que será desactivada  uma central térmica do Luena, para ser montada numa destas localidades.

Entretanto, reiterou a necessidade de estender a rede das 10 províncias angolanas interligadas no sistema de electrificação, para as novas cidades capitais e sedes municipais, no âmbito do Plano de Desenvolvimento Nacional e das acções do Ministério.

Quanto à água, informou que serão realizadas 15 mil ligações, com a extensão da rede de distribuição, depois da conclusão do programa de combate às ravinas e desassoreamento dos rios Luena e Lumege, para uma melhor captação e distribuição deste liquido.

Durante a sua estada no Luena, João Baptista Borges visitou a nova central térmica, de 20 MW do bairro Social da Juventude, os sistemas de captação de água construídas às margens dos rios Lumege e Luena, o projecto habitacional de 450 residências, entre outros empreendimentos.

Hoje, terça-feira, o ministro está a trabalhar nos municípios de Camanongue (Moxico) que dista 52 quilómetros a norte da cidade do Luena e Dala (Lunda Sul), cerca de cem quilómetros do Luena.

Leia também
  • 13/08/2019 15:19:50

    PROPRIV prevê privatizar maior parte das empresas em 2020

    Luanda - O Programa de Privatizações (PROPRIV) prevê alienar, em 2020, a maioria das 195 empresas em que o Estado é proprietário na totalidade ou tenha participação, anunciou nesta terça-feira, em Luanda, a secretária de Estado das Finanças e do Tesouro, Vera Daves de Sousa.

  • 13/08/2019 14:33:43

    BM assegura consultoria de privatizações de empresas

    Luanda - O Executivo contratou o Banco Mundial (BM) como consultor estratégico para o processo de privatização de 195 empresas, no qual 32 estão classificadas como empresas de referência nacional, revelou nesta segunda-feira, em Luanda, o ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior.

  • 13/08/2019 12:25:31

    Privatizações elevam competitividade da economia - ministro de Estado

    Luanda - O ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior , disse nesta terça-feira, em Luanda, que o processo de privatização deve ser um meio para alcançar níveis de competição e de eficiência adequadas na gestão empresarial em Angola e na economia.