Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

19 Agosto de 2019 | 19h46 - Actualizado em 19 Agosto de 2019 | 19h45

Governo investe AKz mil milhões em água para vítimas da seca

Ondjiva - Mil milhões de kwanzas foram investidos pelo governo da província do Cunene na reabilitação de sete furos de água, nos municípios da Cahama, Ombadja e Curoca, face a seca que a província do Cunene enfrenta desde Outubro passado.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Kwanza, moeda nacional

Foto: Arquivo

Os sete furos de água fazem parte de um universo de 171, a ser reabilitado, com uma média 28 furos por cada município dos seis existentes na província, disse hoje, segunda-feira, à Angop, o assessor do governador do Cunene, para o Programa de Combate à Seca, Rui Duarte Moçambique.

Rui Moçambique disse que os furos artesianos estão equipados com bomba manual e electrobomba submersível solar, tem bebedouro para o gado, reservatório elevado de dez mil litros, chafariz, lavandaria e vedação em rede.

Informou que em outros três municípios decorre também trabalho de limpeza e o ensaio do caudal que são os trabalhos preliminares, para aferir a quantidade e qualidade da água. Só depois de haver garantia de que estes dois elementos estão estáveis, é que se  prossegue para a reabilitação do furo.

O responsável sublinhou que no processo de reabilitação dos 171 furos estão envolvidas 36 empresas nacionais, entre as quais 26 de construção e dez de fiscalização.

A província do Cunene conta actualmente, com 20 camiões cisterna e 400 reservatórios espalhados pelo território da província para a distribuição de água à população afectada pele seca.

Para o efeito, o Executivo disponibilizou 3.9 mil milhões de kwanzas para aquisição de bens diversos.

O Cunene vive, desde Outubro de 2018, uma acentuada crise, com 857 mil e 443 pessoas (de um total de 171 mil 488 famílias) e um milhão de cabeças de gado afectados pela seca, que já causou a morte de 30 mil cabeça de gado, entre bovino, caprino e suíno.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também