Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

31 Agosto de 2019 | 11h30 - Actualizado em 31 Agosto de 2019 | 14h28

Empresários da Huíla devem 12 mil milhões de kwanzas ao BDA

Lubango - Setenta e cinco projectos, dos 77 financiados pelo Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) na província da Huíla, estão com o prazo de liquidação do financiamento vencido, num valor global de mais de 12 mil milhões de kwanzas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Abraão Gourgel, PCA do BDA

Foto: Amélia Oliveira

O dado foi revelado pelo Presidente do Conselho de Administração do BDA,Abraão Gourgel, durante um encontro com empresários locais sobre as formas mais práticas de implementar as linhas de crédito e informações sobre o Programa do Governo de Apoio ao Crédito, numa actividade promovida pela Associação Agro- Pecuária Comercial e Industrial da Huíla (AAPCIL).

Avançou que os projectos foram financiados desde o ano da abertura da agência, em 2006, afirmadn  que os devedores estão em várias áreas de actividade, como da agricultura, pecuária, indústria, minas e prestação de serviços.

Declarou que o crédito vencido está nas contas extrapatrimoniais do Banco, integrado no processo de recuperação de créditos. Para a recuperação, adiantou que vão procurar encontrar uma solução bilateral com cada um dos promotores, cujo procedimento será verificar se os agentes têm a intenção de continuar com o projecto.

Explicou que ao abrigo da linha do BDA, as taxas de juro variam entre 9 e 10,5 %, têm prazos longos que vão até dez e mais anos dependendo do estudo de viabilidade e para tempo de carência são no mínimo dois anos e pode chegar até quatro anos, se tratar-se do sector da agricultura, principalmente.

Fez saber que já identificaram um espaço para montarem uma agência do BDA na província, um período de três a seis meses, sendo a primeira regional sul de modo a conseguir uma presença mais próxima do promotor.

Leia também
  • 31/08/2019 00:40:25

    Participação de Angola na TICAD7 no Japão foi destaque económico

    Luanda - A participação de Angola na 7ª Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento de África (TICAD7), em Yokohama, Japão, com uma delegação chefiada pelo Chefe de Estado, João Lourenço, constituiu o principal destaque económico da Angop, ao longo da semana, que hoje termina.

  • 30/08/2019 12:28:03

    Associação "UKulungunga" necessita crédito de um milhão de Kwanzas

    Léua - A associação das camponesas do município do Léua, província do Moxico, denominada "UKulungunga", necessita de um milhão de Kwanzas, em crédito agrícola, para aumentar a sua produção de 10 a 645 hectares de terra.

  • 29/08/2019 12:21:07

    Taxa média de ocupação hoteleira sobe para 35,7% na Huíla

    Lubango - A taxa média de ocupação em unidades hoteleiras e similares na província da Huíla subiu de 15 por cento em 2018, para 35,7% no presente ano, o que corresponde a uma receita de 298 milhões, 271 mil e 688 kwanzas em alojamentos, só no primeiro semestre do corrente, contra 193 milhões do mesmo período do ano anterior.