Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

31 Agosto de 2019 | 00h40 - Actualizado em 30 Agosto de 2019 | 23h19

Participação de Angola na TICAD7 no Japão foi destaque económico

Luanda - A participação de Angola na 7ª Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento de África (TICAD7), em Yokohama, Japão, com uma delegação chefiada pelo Chefe de Estado, João Lourenço, constituiu o principal destaque económico da Angop, ao longo da semana, que hoje termina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Neste  evento em que  Angola se fez presente por uma  delegação  composta por  empresários,  foi referenciado, pelo  primeiro-ministro nipónico, Zhinzu Abe, o investimento  privado  japonês  no continente  africano  que atingiu, nos últimos  três  anos, os  20  mil  milhões  de dólares  norte-americanos.

A assinatura do Memorando de Intenções entre o Governo angolano e o banco JBIC do Japão, em Yokohama, para o estabelecimento do quadro que vai definir novos acordos de financiamento, no valor de 400 milhões de dólares, para projectos em Angola, também mereceu destaque este período em balanço.

Neste período em balanço, de igual modo, mereceu destaque económico, o facto do Governo angolano ter, de Janeiro a Junho deste ano, cerca de 12 milhões de dólares norte-americanos (USD), para a importação de arroz, de acordo com o secretário de Estado do Ministério da Economia e Planeamento, Sérgio Santos.

Outro assunto económico que foi destaque da semana está relacionado com a venda de  activos pelo Conselho de Administração da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola - (Sonangol E.P), que deu início  com dois edifícios localizados na Avenida da República 5 a 7, Lisboa, e do imóvel do antigo Convento de Brancanes, em Setúbal, Portugal.

No  que toca a  banca,  a revisão, pelo Banco Nacional de Angola (BNA) da Lei do Sistema de Pagamentos, para permitir trazer novas soluções de pagamentos digitais no sistema financeiro angolano, no quadro do programa de inclusão financeira, foi outro assunto que teve referência ao longo deste período em balanço, um  facto  anunciado  durante a 8ª Conferência  Anual  com tema “Inclusão Financeira”.

  Quanto a ao sector  das pescas, os últimos sete dias,  foi marcado com a inauguração, pelo ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, do primeiro navio subaquático de investigação científica, fabricado na Roménia, com tecnologia de terceira geração, que custou 80 milhões de dólares do Estado angolano.

 Ainda sobre o sector,  a abertura da 3ª  edição da Feira Internacional das Pescas e Aquicultura (FIPEA), em Luanda, pelo ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior,  também  mereceu destaque  neste semana. 

As  exposições   patentes  no recinto são de  100   empresas  que se dedicam ao ramo pesqueiro em Angola.

No ramo  da hotelaria, mereceu destaque económico, o facto do aumento da taxa média de ocupação hoteleira que passou de 15% para 35,7% na província da Huíla,  de Janeiro a  Junho, tendo atingido uma receita na ordem dos 298 milhões, 271 mil e 688 kwanzas em alojamentos.

 Enquanto isso, para o sector dos transportes  a semana  ficou  marcada com o anúncio da   retoma,  neste  sábado, pelo Caminho-de-Ferro de Luanda (CFL), da circulação de comboios na rota Luanda/Dondo/Luanda, depois de recuperados os 800 metros de linha-férrea na zona do Zenza do Itombe (Cuanza Norte), danificada em Março último, devido às chuvas ocorridas na localidade.

Ainda  neste  sector, de igual modo foi manchete, a notícia sobre os pilotos da companhia nacional de bandeira – TAAG, que  estão a exigir melhores condições sociais e salários compatíveis à complexidade da sua actividade e da aviação, no geral, para se evitar o êxodo destes profissionais para outras congéneres angolanas e estrangeiras.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 30/08/2019 12:28:03

    Associação "UKulungunga" necessita crédito de um milhão de Kwanzas

    Léua - A associação das camponesas do município do Léua, província do Moxico, denominada "UKulungunga", necessita de um milhão de Kwanzas, em crédito agrícola, para aumentar a sua produção de 10 a 645 hectares de terra.

  • 29/08/2019 12:21:07

    Taxa média de ocupação hoteleira sobe para 35,7% na Huíla

    Lubango - A taxa média de ocupação em unidades hoteleiras e similares na província da Huíla subiu de 15 por cento em 2018, para 35,7% no presente ano, o que corresponde a uma receita de 298 milhões, 271 mil e 688 kwanzas em alojamentos, só no primeiro semestre do corrente, contra 193 milhões do mesmo período do ano anterior.

  • 28/08/2019 19:06:27

    Jornalistas elucidados sobre a implementação do IVA

    Saurimo - Jornalistas de órgãos de Comunicação Social públicos e privados foram esclarecidos hoje, quarta-feira, em Saurimo, província da Lunda Sul, sobre a importância da aplicação do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA), que entra em vigor a partir de 01 de Outubro próximo.