Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

29 Agosto de 2019 | 12h21 - Actualizado em 29 Agosto de 2019 | 19h19

Taxa média de ocupação hoteleira sobe para 35,7% na Huíla

Lubango - A taxa média de ocupação em unidades hoteleiras e similares na província da Huíla subiu de 15 por cento em 2018, para 35,7% no presente ano, o que corresponde a uma receita de 298 milhões, 271 mil e 688 kwanzas em alojamentos, só no primeiro semestre do corrente, contra 193 milhões do mesmo período do ano anterior.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huíla: Unidade hoteleira do Lubango

Foto: Morais Silva

Em declarações nesta quinta-feira à Angop, o director do Gabinete Provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos da Huíla, Osvaldo Lunda, explicou que esse percentual de ocupação ainda está distante da média mínima ideal (65%), para que os operadores deixem de acumular prejuízos.

O responsável informou que os números são animadores, mas é preciso continuar a trabalhar para se reduzir as tarifas dos bilhetes de passagem das companhias aéreas,  melhorar a oferta de serviços dos operadores, bem como as vias de acesso.

Osvaldo Lunda apelou, igualmente, aos empregadores para continuarem a melhorar as estatísticas, visto que dos 13 hotéis existentes somente sete prestam informações à direccão provincial. Outros estabelecimentos similares também não fornecem dados estatísticos.

Os preços das unidades, afirmou, variam dos oito aos 32 mil kwanzas por noite, tarifas que ainda inibem o turismo interno.

Rede hoteleira

A província da Huíla dispõe de mil e 74 estabelecimentos hoteleiros e similares: 13 hotéis, 14 complexos turísticos, um conjunto turístico, 86 hospedarias, 17 pensões, 920 restaurantes e similares, e 23 agências de viagens e turismo.

Os estabelecimentos hoteleiros e similares dispõem no total de dois mil e 44 quartos e duas mil e 838 camas.

Leia também
  • 28/08/2019 19:06:27

    Jornalistas elucidados sobre a implementação do IVA

    Saurimo - Jornalistas de órgãos de Comunicação Social públicos e privados foram esclarecidos hoje, quarta-feira, em Saurimo, província da Lunda Sul, sobre a importância da aplicação do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA), que entra em vigor a partir de 01 de Outubro próximo.

  • 28/08/2019 02:39:56

    Fábrica de gesso aumenta produção

    Sumbe - A fábrica de gesso "Supergesso", localizada no Sumbe, província do Cuanza Sul, aumentou, nos últimos dias, a sua produção de 320 para 420 toneladas mês, devido à procura no mercado.

  • 27/08/2019 20:20:52

    Agro-negócio "intima" angolanos para Fórum na África do Sul

    Luanda - Empresários angolanos foram convidados a participar, a 26 de Setembro, no Fórum Internacional de Agro-negócios e Ecoturismo, a ser co-organizado pela Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX) e a Câmara de Comércio e Indústria Angola/África do Sul (CACIAAS).