Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

04 Setembro de 2019 | 19h49 - Actualizado em 05 Setembro de 2019 | 13h24

Angola trabalha na integração económica africana

Luanda - O ministro do Comércio, Joffre Van-Dúnem Júnior, afirmou, nesta quarta-feira, que o Executivo angolano está a trabalhar para a inserção de Angola no contexto africano, como opção estratégica para o alargamento das relações económicas e comerciais com países do continente.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Joffre Van-Dúnem, Ministro do Comércio

Foto: Alberto Juliao

O governante, que falava durante a abertura do workshop sobre "Revisão da Política de Investimento de Angola”, explicou que a medida se traduz num dos objectivos do país e, em parte, do modelo de desenvolvimento económico da Estratégia de Longo-Prazo (ELP) – Angola 2025, que visa a integração da economia no mercado mundial.

Na sua óptica, neste momento “muito particular” da economia, em que se desenvolvem esforços no sentido de reduzir o papel do Estado na economia, reforçando o sector privado, há que se criar metodologias capazes de alavancar o desenvolvimento socioeconómico de Angola.

O ministro apelou, igualmente, para a necessidade de se aumentar a capacidade produtiva, melhorar as condições de acesso aos mercados genéricos nacionais, bem como considerar um conjunto de requisitos que incluam investimento em tecnologia, infra-estruturas e capital humano.

“É nesta dinâmica que se subscreve o crescimento do investimento privado, tanto nacional, como estrangeiro”, disse.

Por outro lado, a chefe da Cooperação da Delegação da União Europeia (UE) em Angola, Manuela Navarro, reafirmou o compromisso de fortalecer a aliança África/Europa, para  promover investimentos e negócios sustentáveis.

Essa aliança, afiançou, visa estimular investimentos entre os países africanos, atraindo mais investidores privados, apostando na educação e no desenvolvimento de competência das pessoas, com vista a garantir a empregabilidade e fomentar a integração económica e comercial, melhorando o clima empresarial.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 04/09/2019 17:09:02

    Acções concretas dinamizam economia nacional

    Luanda - A contínua aposta no combate à corrupção, maior abertura do investimento privado, criação de melhor ambiente de negócios, entre outras medidas, concorrem para dinamização da economia nacional, apontou, nesta quarta-feira, o ministro da Economia e Planeamento, Manuel Neto da Costa.

  • 04/09/2019 14:24:31

    Incentivos fiscais permitem desenvolvimento de campos marginais

    Luanda - Os incentivos fiscais e contratuais, lançados pelo Executivo em 2017, estão a permitir o desenvolvimento de campos marginais identificados, que não eram rentáveis à luz de contratos existentes, revelou o Presidente do Conselho de Administração da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG), Paulino Jerónimo.

  • 04/09/2019 13:19:56

    Pólo Turístico de Calandula paralisado por falta de dinheiro

    Calandula - As obras do Pólo de Desenvolvimento Turístico de Calandula, consubstanciadas na criação de infra-estruturas de apoio à actividade turística, encontram-se paralisadas há mais de quatro anos por falta de verbas, segundo o administrador municipal, Pedro Dêmbue.