Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

11 Setembro de 2019 | 18h16 - Actualizado em 11 Setembro de 2019 | 18h15

Estabilidade do bancos depende do rigor profissional

Malanje - A administradora do Banco Nacional de Angola (BNA), Beatriz dos Santos, declarou nesta quarta-feira em Malanje, que a estabilidade dos bancos centrais dos Países de Língua Portuguesa depende do rigor e competência dos seus quadros.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao falar na abertura da XVII reunião dos recursos humanos dos Bancos Centrais da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (BCCPLP), que Malanje acolhe, referiu que o actual contexto macroeconómico e o encontro dos bancos lusofonos abrem um novo ciclo de debate sobre o papel do capital humano dos BCCPLP.

Pelas suas actividades e especificidades, disse, os bancos centrais são obrigados a manter quadros diversificados e competentes, para responder aos desafios que se colocam na gestão de políticas monetárias, cambiais e a estabilidade financeira dos países.

De acordo com a gestora, um dos maiores desafios dos Bancos Centrais é responder, com eficiência, rigor e responsabilidade, as exigências impostas pelo mercado e pela sociedade, sobretudo nessa nova era da constante transformação digital.

A decorrer até quinta-feira (12), o encontro está a debater as políticas e troca de experiências funcionais.

Recursos humanos, desafios e perspectivas na era de digitalização, o capital humano e a estratégia, carreira no Banco Central e percurso profissional do trabalhador do Banco Central, constam dos temas em discussão.

O encontro conta com participação de gestores de recursos humanos dos Bancos Centrais de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tome e Príncipe, Portugal e Timor-Leste.

A última reunião do género teve lugar em 2017, em Timor-Leste.

Leia também
  • 11/09/2019 15:49:57

    BNA reinaugura sede regional na cidade do Luena

    Luena - O Banco Nacional de Angola (BNA) reinaugurou hoje, quarta-feira, na cidade do Luena, a sua sede regional, facto que vai permitir melhorar a prestação de serviços junto dos bancos comerciais das províncias do Moxico, Lunda Sul e Lunda Norte.

  • 11/09/2019 12:22:47

    Colheita no Moxico baixa consideravelmente na época 2018/2019

    Luena - A colheita agrícola na província do Moxico baixou consideravelmente, de 152,4 mil toneladas na campanha de 2017/2018, para 46,2 mil na presente época 2018/2019 - uma quebra de 106,2 mil em relação à safra anterior.

  • 11/09/2019 09:05:15

    Angola recebe apoio da ONU para diversificar investimento

    Luanda - O sector da agricultura em Angola constitui a área preferencial para o investimento estrangeiro, apesar dos desafios, segundo o documento de Revisão da Política de Investimentos para o país, apresentado pela Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e Desenvolvimento (Unctad).