Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Outubro de 2019 | 12h57 - Actualizado em 18 Outubro de 2019 | 10h07

Sonangol investiga retenção do navio-sonda

Luanda - A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) informou hoje, quinta-feira, que está a investigar a veracidade da retenção do navio-sonda "Quenguela", que terá sido retido pelas autoridades da Malásia, por, alegadamente, ancorar sem autorização em águas territoriais daquele país asiático.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Sede da Sonangol

Foto: Pedro Parente

Segundo nota da petrolífera angolana, a que  a Angop teve acesso, a companhia mantém-se expectante por uma comunicação das entidades oficiais ou das autoridades Malaias e admite  ter conhecimento da informação.

O navio-sonda "Sonangol Quenguela", refere a nota, é operado pela Sonadrill, uma joint-venture estabelecida entre a petrolífera angolana e a empresa Seadrill, sendo gerido por esta e que o mesmo se encontra em fase de mobilização, desde o estaleiro em Okpo, Coreia do Sul, até à sua entrada em águas territoriais angolanas.

Tal trabalho de mobilização, prossegue o documento, será feito  tão logo for reunida toda a documentação de registo e operacional necessária para este tipo de embarcação e possuindo uma tripulação qualificada, de acordo com os padrões internacionais.

O Conselho de Administração da Sonangol garante que,  tão logo esteja em posse de dados mais substanciais, fará o pronunciamento que se impõe.

Assuntos Petrolíferas  

Leia também
  • 23/09/2019 16:33:04

    Mirempt realiza concurso público para Refinaria do Soyo

    Luanda - O Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos (Mirempt) lançará, a 24 de Outubro próximo, um concurso público internacional de investimento privado, para a construção de uma refinaria de petróleo no município do Soyo, província do Zaire.

  • 20/09/2019 13:54:06

    Programa de regeneração da Sonangol com foco na excelência

    Luanda - A Sonangol quer tornar-se numa empresa de referência no ramo petrolífero em África, com a execução do "Programa de Regeneração", em curso, que comporta projectos para a melhoria do desempenho operacional e do posicionamento estratégico da companhia.

  • 13/09/2019 15:54:22

    BP cede 4% do interesse de participação do bloco 18

    Luanda - A multinacional petrolífera BP decidiu ceder à Sonangol 4%, dos 50% do seu interesse participativo no contrato de partilha de produção do Bloco 18 do offshore angolano.