Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

23 Janeiro de 2020 | 22h14 - Actualizado em 24 Janeiro de 2020 | 11h22

Angola deve manter políticas de boa governação

Luanda - O presidente da Câmara de Comércio Americana em Angola (AmCham-Angola), Pedro Godinho, afirmou esta quinta-feira, em Luanda, que o Estado angolano deve continuar a apostar nas políticas de transparência e boa governação, para resgatar a sua credibilidade internacional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da Câmara de Comércio Americana em Angola, Pedro Godinho (arquivo)

Foto: Henri Celso

Ao falar à imprensa, à margem do fórum de negócios sobre as soluções para combater a corrupção, o responsável enfatizou que nenhum país é bem sucedido se não cumprir as normais internacionias.

Por sua vez, o director regional do Centro Internacional para o Empresariado Privado (CIPE), Lar Benson, deu nota positiva à meta que Angola atingiu no combate à corrupção, e encorajou o Executivo angolano a trabalhar, cada vez mais, para atingir melhores resultados.

Lembrou que para se combater esse fenómeno nocivo à sociedade não basta a aprovação de leis, mas o cumprimento rigoroso das mesmas, revelando que a África perde 140 mil milhões de dólares anualmente, devido à várias práticas de corrupção.    

Angola subiu 19 lugares no ranking internacional dos países que combatem a corrupção e a impunidade, bem como promovem o respeito dos direitos humanos.

Num universo de 180 países avaliados pela Organização de Transparência Internacional em 2019, Angola passou da posição 165 para 146.

Assuntos Corrupção