Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

24 Janeiro de 2020 | 15h20 - Actualizado em 24 Janeiro de 2020 | 15h18

Apreendida embarcação com produtos da cesta básica

Mbanza Kongo - Cem sacos de açúcar e 50 de feijão com destino a República Democrática do Congo (RDC) foram apreendidos quinta-feira pela Polícia Nacional no município do Soyo, província do Zaire, por alegado contrabando de mercadorias.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De origem brasileira, a mercadoria foi apreendida na sequência de uma micro-operação levada a cabo pelas forças policiais ao rio Zaire, que delimita o município do Soyo com a RDC.

A bordo de uma embarcação de fabrico artesanal, a mercadoria, segundo informou hoje (sexta-feira) à Angop, o porta-voz do Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional, inspector-chefe Luís Bernardo, será entregue à Administração Tributária Geral (AGT) para o devido tratamento.

O consultor do secretário de Estado do Comércio, Assunção Pereira, afirmou recentemente aquando da sua visita à província do Zaire, que, a reexportação de produtos da cesta básica para a RDC a partir do posto fronteiriço de Kimbumba (Soyo) desobedece às normas aduaneiras e de comércio transfronteiriço.

De acordo com o responsável, as mercadorias devem ser reexportadas, obrigando o exportador a pagar nos bancos comerciais taxas exigidas na pauta aduaneira para compensar o Estado angolano em ternos de divisas gastas na sua importação.

Esse comportamento de alguns agentes económicos desonestos, referiu, provoca a escassez de bens no mercado nacional e o consequente aumento de preços.

Leia também
  • 17/01/2020 19:11:34

    Investidores inteiram-se do espaço da futura refinaria do Soyo

    Soyo - Trinta e um investidores de diferentes empresas e nacionalidades interessados na construção da futura refinaria de petróleo no município do Soyo, província do Zaire, inteiraram-se nesta sexta-feira do espaço onde será implementado este projecto que prevê processar 100 mil barris de petróleo/dia.

  • 15/01/2020 19:58:54

    Ministra quer Mbanza Kongo na rota do turismo mundial

    Mbana Kongo - A ministra do Turismo, Ângela Bragança, pediu hoje, quarta-feira, em Mbanza Kongo, província do Zaire, a conjugação de esforços para colocar o centro histórico local na rota do turismo cultural mundial.

  • 15/01/2020 16:41:33

    Reexportação de produtos desobedece normas no posto fronteiriço

    Soyo - A reexportação de produtos da cesta básica para a República Democrática do Congo (RDC) a partir do posto fronteiriço de Kimbumba, município do Soyo, desobedece às normas aduaneiras e de comércio transfronteiriço, afirmou o consultor do secretário de Estado do Comércio, Assunção Pereira.