Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

23 Janeiro de 2020 | 20h34 - Actualizado em 24 Janeiro de 2020 | 11h33

Madeireiros do Uíge exortados a evoluir para actividade indústrial

Uíge - Os madeireiros da província do Uíge foram exortados hoje, quinta-feira, a alargar a sua actividade para esfera da produção indústrial, de forma a acrescentarem valor a simples exploração da matéria-prima.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ronda ás Marcenárias Serrações

Foto: Lucas Neto

Moxico: Exploração ilegal de madeira

Foto: David Dias

Serração Nzam

Foto: lucas Neto

Moxico: Presidente da Associação Nacional dos Industriais de Angola (ANIMA), José Verissimo (arquivo)

Foto: kinda kyungu

De acordo com o presidente da Associação Nacional dos Indústriais e Madereiros de Angola (ANIMA), José Verissímo, a opção por tal via, vai potenciar às empresas locais e poderão contribuir melhor na diversificação da economia angolana.

Para tal, deu a conhecer que neste âmbito o Governo tem disponível algumas linhas de financiamento no quadro do Programa de Apoio ao Crédito (PAC) que poderão ser negociados com os bancos comerciais que estão a trabalhar com BDA e o Ministério do Planeamento e Economia.

Além deste valores, revelou ainda que para fornecimento de máquinas e equipamentos, existe uma linha de crédito de 10 milhões de dolares disponíveis no Deustch Bank, apenas para meios adquiridos na Alemanha.

Entretanto, José Verissímo aconselha para a organização das empresas, a fim de terem apoio da ANIMA que vai intermediar a aquisição dos créditos que poderão ajudar os madeireiros a desenvolver melhor as suas actividades, respeitando sempre a protecção do ambiente.

A informação foi prestada aquando da cerimónia de apresentação de algumas máquinas e equipamentos fornecidos pela firma norte-americana Wood-Mizer, especilizada em meios do sector adaptáveis ao mercado africano e de fácil manuseamento.

Destes meios, constam equipamentos para exploração florestal, como bulldozers, pás-carregadoras e moto-serras, e para indústria de transformação e processamento, na aréa de serrações, carpintaria e celuloses.

Na ocasião, o representante regional para África da empresa norte-americana, Gavin Prowse, falou da experiência de actuação da firma em países do continente, assim como apresentou modalidades para a negociação da compra, pagamento e aquisição dos referidos meios.

Adiantou ainda que os produtos da Wood-Mizer são de fácil manuseamento e podem mesmo ser instalados nas próprias zonas de exploração, aonde aconselha igualmente a instalação de fábricas de corte e processamento da madeira, para aumentarem seus rendimentos.

Leia também
  • 23/01/2020 20:20:52

    País possui condições para produzir bens da cesta básica - responsável

    Malanje - O secretário de Estado do Comércio, Amadeu Nunes, reafirmou hoje, nesta cidade, que o país possui condições necessárias para a produção de bens da cesta básica e reduzir o impacto das importações na balança de pagamentos.

  • 23/01/2020 20:09:01

    Cimangola com foco na redução do preço do cimento

    Luanda - O uso de Combustíveis Derivados de Resíduos (CDR) nas cimenteiras é uma das alternativas que a Cimangola encontrou para reduzir, no curto prazo, os custos de produção do cimento e, consequentemente, baixar o preço deste produto no mercado nacional.

  • 23/01/2020 18:23:46

    Ministério do comércio quer mais investimentos nos produtos nacionais

    Malanje - O secretário de Estado do Comércio, Amadeu Nunes, pediu hoje aos responsáveis dos grandes estabelecimentos comerciais de Malanje, a investirem mais nos produtos nacionais, por forma a dar um maior contributo para o desenvolvimento do país.