Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

01 Fevereiro de 2020 | 17h40 - Actualizado em 01 Fevereiro de 2020 | 19h13

Moxico: Agricultura itinerante provoca desmatação da floresta

Luena - A actividade agrícola itinerante praticada anualmente de forma desmedida pelos camponeses desta província, contribui na devastação da floresta e progressão das ravinas na região, considerou hoje, no Luena, o bispo da diocese do Luena, Dom Jesus Tirso Blanco.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Bispo da Diocese de Luena, Dom Jesus Tirso Blanco

Foto: kinda kyungu

Moxico: Professor Universitário Ecologista, João Serôdio

Foto: kinda kyungu

Falando sobre o activismo ambiental, no acto que marcou as comemorações do dia consagrado ao Ambiente (31 de Janeiro), o prelado católico insistiu que as lavouras desregradas dos camponeses, associadas a acção dos carvoeiros tem como principal foco a destruição maciça da floresta.  

Sugeriu aos camponeses a contribuírem na protecção e reaproveitamento da flora, através da aplicação da agricultura sinérgica, usada no município da Cameia, onde  em pouco espaço e sem recursos a pesticidas e adubos químicos, produz – se grandes quantidades de alimentos.

Apelou também as empresas que exploram a madeira no Moxico, para não continuarem a derrubar qualquer tipo de espécie das árvores e sem reposição, como acontece actualmente.

A propósito, o ecologista  e professor universitário, João serôdio, disse que o potencial económico das províncias do Moxico, Lunda Sul e Cuando Cubango, reside na flora e fauna e que bem explorado podia em curto prazo dar emprego a  milhares de jovens.

Ao defender a protecção das matas o também ecologista, opinou que sejam realizados cursos práticos sobre as técnicas de limpar as florestas de forma a protege – lás do fogo.

Angop/mt/dv

Leia também
  • 01/02/2020 04:17:04

    País pode ganhar cinco plataformas de comércio externo

    Luena - Cinco plataformas de comércio externo vão ser construídas, este ano, em igual número de postos fronteiriços do país, anunciou nessa sexta-feira, no Luena, o consultor do Secretário de Estado do Comércio, Assunção Pereira.

  • 31/01/2020 19:33:24

    UE apoia desenvolvimento do sector privado em Angola

    Luanda - A União Europeia vai apoiar o desenvolvimento do sector privado angolano, face a actual conjuntura de Angola, marcada por reformas políticas e económicas garantiu a directora da Comissão Europeia para África Central, Austral e Oceano Índico, Francesca Di Mauro.

  • 31/01/2020 08:12:00

    BPC disponível para renegociar dívida

    Malanje - O presidente do conselho de administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC), André Lopes, reiterou, quinta-feira, em Malanje, a disponibilidade da instituição para renegociar as condições de devolução dos empréstimos concedidos.