Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

10 Fevereiro de 2020 | 19h10 - Actualizado em 11 Fevereiro de 2020 | 09h10

Energia de Laúca reduz custos nas fazendas

Sumbe - Os custos operacionais nas fazendas dos municípios do Libolo, Kibala, Cela e Amboim poderão baixar, com o lançamento da subestação que interligará as linhas de transporte de energia da barragem de Laúca.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo produtores falaram hoje à Angop, no município da Quibala, à margem de um encontro com o secretário de Estado da Energia e Águas, António Belsa da Costa, minutos após o lançamento da subestação de energia com uma capacidade de 10 megawats.

De acordo com os produtores de gados, café, citrinos, cereais, hortícolas, peixes, aves e bebidas os gastos com os combustíveis e lubrificantes são elevados, aliados ao mau estado de algumas vias de acesso, o que torna mais caro o produto ao consumidor final.

Para José Macedo, da Fazenda Nova Agro Líder, a instalação da subestação vai reduzir os preços produtos, enquanto para Victor Almeida da Fazenda Kambondo, está poderá aumentar a sua capacidade,.

'José Artur Neves da Fazenda Santo António disse ser louvável a chegada da energia nas suas fazendas porquanto os gastos serão reduzidos.

“Começamos a fazer a preparação desse projecto em Janeiro, está concluída, estão criadas condições por isso, na presença do vice-governador do Cuanza Sul, Demétrio Sepúlveda, demos o arranque e garantimos que findos seis meses o município e fazendas estarão electrificados”, assegurou.

António Belsa da Costa explicou que optou-se por uma subestação provisória, porque a sua instalação leva menos tempo (seis meses) e pela urgência em se electrificar as fazendas com vista a minorar os gastos dos proprietários e empoderar mais o consumidor final.

Revelou que está em trâmite alguma documentação e processo administrativo para a instalação da subestação definitiva que terá a duração de 22 meses.

Leia também
  • 06/02/2020 12:16:14

    Facturação de empresa de gelo reduz 92%

    Porto Amboim - A empresa de gelo Teresa e Viegas & Frimar, situada no município de Porto Amboim, registou nos últimos 10 meses, quebra consecutiva de 92 por cento da sua facturação, ou seja passou de 100 milhões de kwanzas para 8 milhões/mês, disse hoje o seu proprietário António Agnelo.

  • 31/01/2020 18:00:13

    Pesca de cerco está destruir espécies marinhas

    Porto Amboim - O presidente da associação dos pescadores do Cuanza Sul, Bernardo Mateus, denunciou hoje, no Porto Amboim, que a pesca artesanal com recurso ao cerco manual, vulgarmente conhecida por rapa, está a destruir as espécies, daí a necessidade do reforço da fiscalização marítima ao longo dos 172 quilómetros lineares de costa na região.

  • 17/01/2020 20:01:08

    ENDE interrompe fornecimento de energia em Viana e Cazenga

    Luanda - A Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) vai interromper, nos dias 18 e 19 deste mês, das 6h00 às 14h00, o fornecimento de energia eléctrica nos municípios de Viana e Cazenga.