Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Fevereiro de 2020 | 17h43 - Actualizado em 13 Fevereiro de 2020 | 19h29

Fábrica de gás processa 400 milhões pés cúbicos/dia

Soyo - Uma fábrica com a capacidade para processar 400 milhões pés cúbicos de gás natural/dia começa a ser erguida no final deste ano, no município do Soyo, província do Zaire, pela petrolífera ENI-Angola.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Um ângulo da unidade de processamento de gás do Angola LNG

Foto: João F. Cuti

O projecto, denominado “ Novo Consórcio de Gás”, foi apresentado hoje aos membros do governo provincial, na cidade do Soyo.

A construção da fábrica, que vai ocupar uma área de 100 hectares, vai durar dois anos e estará localizada na aldeia de Kivinca Nvemba, periferia desta cidade.

Em declarações à imprensa, após a cerimonia de apresentação, o director do projecto pela ENI, Kresimir Vujec, avançou que a fábrica de processamento do gás liquefeito "Angola LNG", já em funcionamento no Soyo, será o principal destinatário do gás a ser produzido.

Explicou que após a apresentação do projecto aos membros do governo, segue-se a fase de consulta pública, desminagem da área, levantamentos de dados do projecto e estudo de impacto ambiental.

A central do Cuiclo Combinado do Soyo figura entre os potenciais clientes do referido projecto.

Pelo menos três mil postos de trabalho serão criados na fase de construção, número que deverá reduzir a 100 postos de trabalho, quando entrar em exploração comercial.

Na ocasião, a vice-governadora do Zaire para o área técnica, Angela Diogo, que representou o governador provincial, Pedro Makita Armando Júlia, nesta cerimónia,  prometeu todo o apoio institucional das autoridades locais para a implementação do projecto.

“Este é mais um projecto ambicioso no sector dos petróleos, que poderá proporcionar  muitos empregos para os jovens, bem como catapultar os sectores económico e social, contribuído para a melhoria da vida da população”, acrescentou.

Assuntos Fábrica   Província » Zaire  

Leia também
  • 11/02/2020 17:37:48

    Apenas 30% paga água em Mbanza Kongo

    Mbanza Kongo - Apenas 30 por cento dos seis mil clientes, ou seja mil e 800, da rede distribuição de água que entrou em funcionamento em Outubro último, em Mbanza Kongo, paga o seu consumo à empresa provincial do Zaire (EPASZ).

  • 06/02/2020 19:59:20

    Rede AngoMart chega ao Soyo

    Soyo - A AngoMart inaugurou hoje na cidade do Soyo, província do Zaire, uma superfície comercial de grande dimensão, numa cerimónia orientada pelo administrador municipal adjunto para o sector económico e social, José Suca Londa.

  • 06/02/2020 16:19:39

    Segunda fase de privatização de fábricas inicia este mês

    Luanda - A segunda fase do processo de privatização, que prevê alienar 13 unidades fabris da Zona Económica (ZEE) Luanda/Bengo, inicia neste mês, podendo se estender até Abrir de 2020, anunciou hoje o administrador executivo do IGAPE, Akiules Neto.