Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

28 Fevereiro de 2020 | 13h42 - Actualizado em 28 Fevereiro de 2020 | 13h45

Cooperativas em Luanda beneficiam de kits de pesca artesanal

Luanda - Oito cooperativas de pesca artesanal dos distritos urbanos da Samba e da Ingombota beneficiaram hoje (sexta-feira) de kits para actividade piscatória, numa iniciativa da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda (CACL).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os kits compostos por motor para as embarcações, rede, chumbo, colectes, bóias, baldes, balanças, entre outros materiais, que visam o aumento do pescado, no âmbito do programa de combate a fome e a pobreza.

Na ocasião, o vice-governador de Luanda para esfera económica e financeira, Lino Sebastião, disse que o GPL está ciente que cada passo envolve recursos e os recursos são escassos, por isso apela as cooperativas contempladas para melhor uso dos meios, para que possam encontrar mecanismos de tornar as cooperativas sustentáveis.

Disse que o sector das pescas na província de Luanda tem uma importância vital, porque contribui para sustentabilidade de muitas famílias.

Reconheceu que existe muitas cooperativas, não só no município de Luanda, mas em outros pontos da província e a actuarem em outros ramos, também beneficiarão de alguns kits consoante a disponibilidade financeira das autoridades.     

O vice-governador disse que Luanda é a província alavanca da economia nacional, onde cerca de 70 por cento o produto interno bruto resulta daquilo que a capital, por este motivo, têm uma responsabilidade acrescida na questão do fomento ao emprego.

Por seu turno, a presidente da comissão administrativa da Cidade de Luanda, Antónia Nelumba, esses meios vão ajudar as comunidades da Samba e da Ilha do Cabo no aumento da captura do pescado e que os mesmo cheguem em boas condições ao consumidor final.     

Recomendou a criação de um fundo de maneio nas cooperativas para a manutenção dos equipamentos que estão a receber, porque é importante que eles saibam gerir o negocio.

Disse que esse é um programa do governo que terá continuidade, porque o município de Luanda possui cooperativas no distrito do Ngola Kiluanje que precisam também de apoio para o fomento das suas actividades piscatória.

Já o cidadão Manuel Francisco, membro da cooperativa Olhos Postos No Mar, em nome dos contemplados mostrou-se satisfeito pelos equipamentos para pesca, afirmando que agora estão em condições de aumentar a captura do peixe.

Disse que agora serão convidados os colegas que estão parados por falta de material, pois agora estão criadas as condições para o desempenho da actividade com normalidade.

Leia também
  • 27/02/2020 23:14:54

    Angola na vice-presidência da ZAMCOM

    Luanda - Angola assumiu hoje (quinta-feira) a vice-presidência do Conselho de Ministros para a Comissão do Curso de Águas do Rio Zambeze (ZAMCOM ), cuja presidência passou o Zimbabwe.

  • 17/02/2020 17:54:38

    EUA vão investir mais de USD 2 mil milhões em petróleo e gás

    Luanda - O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, anunciou hoje (segunda-feira), em Luanda, que várias empresas norte-americanas vão investir mais de dois mil milhões de dólares em Angola em projectos de petróleo e gás natural.

  • 12/02/2020 13:09:29

    AIPEX capacita empresários para exportação

    Luanda - A Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações de Angola (AIPEX) está a trabalhar na capacitação dos empresários que tencionam intervir no processo de exportação de frutas, café e outros produtos agrícolas, afirmou nesta quarta-feira, em Luanda, o presidente do Conselho de Administração da AIPEX, António Henriques da Silva.