Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

06 Março de 2020 | 23h25 - Actualizado em 06 Março de 2020 | 23h28

PAC financia produtores nacionas a partir de Abril

Luena - Duzentos e 70 pequenos e grandes produtores a nível do país poderão beneficiar, até final de Abril deste ano, de um financiamento do Programa de Apoio ao Crédito (PAC).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Moxico: Director Nacional para Economia, César Araújo

Foto: David Dias

O PAC é uma iniciativa do Governo angolano, aprovado em Decreto Presidencial n.º 159/19, de 17 de Maio, que vai facilitar o acesso ao crédito aos produtores que se queiram dedicar à produção.

O facto foi anunciado hoje à imprensa, no Luena, pelo director Nacional para Economia, Competitividade e Inovação do Ministério da Economia e Planeamento, César Araújo, informando que os produtores irão receber, dos bancos comerciais, um valor monetário de 50 milhões de Kwanzas.

O financiamento será feito por via do Banco Africano de Investimento (BAI), Banco de Comércio e Indústria (BCI), Banco de Negocio Internacional (BNI), Banco de Fomento de Angola (BFA) e o Millenium.

O responsável que falava após o encontro com a classe empresarial do Moxico, afirmou que muitas destas empresas os seus processos já foram catalogados, precedidos de um acompanhamento de técnicos dos Gabinetes Provinciais de Desenvolvimento Integrado, após entrada aos bancos.

Lembrou que o PAC vai materializar o Programa de Produção Nacional (PRODESI), em curso desde 2018, que prevê alavancar a produção interna e impulsionar a diversificação económica, numa altura em que o país busca soluções eficientes para reerguer da crise financeira.

Por seu turno, o director do gabinete provincial de Desenvolvimento Económico e Integrado, Guimarães Pinto Luís, anunciou que dos 15 produtores locais interessados, dois já estão catalogados para cedência do crédito. Entre os produtos destacam-se o mel, mandioca, feijão e milho.

Os agricultores Jacob Mulhiata e Manuel Chinhama, reiteraram apoio do gabinete provincial de Desenvolvimento Económico e Integrado e das administrações municipais no sentido de evitar a burocracia no tratamentos dos documentos para a obtenção do crédito.

César Araújo, que chefiava uma comitiva integrada por técnicos do Ministério da Economia e Planeamento, Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) e empresas de consultoria, com sedes em Luanda, se deslocam neste sábado à província da Lunda Sul, com o mesmo propósito.

O financiamento é resultado dos memorandos de implementação do PAC, rubricados entre o Ministério da Economia e Planeamento (MEP), o Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), o Fundo de Garantia de Crédito e oito bancos comerciais de direito angolano.

Leia também
  • 06/03/2020 17:19:20

    BDA disponibiliza AKz 750 milhões ao sector agrícola

    Huambo - O Banco de Desenvolvimento Africano (BDA) vai disponibilizar, este ano, o montante de 750 milhões de Kwanzas para financiar projectos de 15 cooperativas agrícolas da província do Huambo.

  • 06/03/2020 14:27:04

    Angola vai receber 75 mil bovinos do Tchad

    Luanda -Setenta mil cabeças de gado bovino vão entrar em Angola, num período de oito anos, provenientes da República do Tchad, para relançar o sector agro-pecuário e dinamizar a economia do país, anunciou hoje o ministro da Agricultura e Florestas, António Assis.

  • 06/03/2020 13:30:58

    Programa de desenvolvimento sustentável avaliado em USD 265 milhões

    Luanda - Duzentos e sessenta e cinco milhões de dólares é o valor a ser investido em Angola, no período de 2020-2022, nas áreas económica, social e política, como resultado do acordo quadro de cooperação entre Angola e as Nações Unidas, assinado hoje, em Luanda.