Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

10 Março de 2020 | 20h02 - Actualizado em 10 Março de 2020 | 20h02

Avaria da Angola Telecom interrompe serviços de Internet

Luanda - Uma avaria num cabo submarino entre Libreville (Gabão) e Cacuaco (Angola) provocou a interrupção do fornecimento de serviços de Internet e Voz Internacional da Angola Telecom, informou hoje a empresa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Numa nota de imprensa, a que a Angop teve acesso nesta terça-feira, a Angola Telecom esclarece que a interrupção destes serviços, que se verificou desde as primeiras horas de hoje, deve-se a uma avaria que se verifica no cabo submarino designado como SAT-3.

A Angola Telecom e o consórcio do cabo submarino SAT-3 estão a trabalhar na recuperação do troço danificado entre Libreville e Cacuaco.

O informe refere que no cabo submarino SAT-3 cursam serviços de Internet e de Voz Internacional de empresas públicas e privadas entre as quais de telecomunicações, bancos e prestadores de serviços.

A Angola Telecom é a empresa pública de telecomunicações e multimédia de Angola e foi fundada em 1992.

Assuntos Internet  

Leia também
  • 22/01/2020 20:02:23

    Angola Telecom prevê recuperação total da internet em três semanas

    Luanda - Três semanas é o tempo previsto para recuperação total do serviço de internet da Angola Telecom, que no dia 16 deste mês registou uma avaria no Cabo Submarino SAT-3, na rota entre Libreville (Gabão) e Cacuaco (Luanda - Angola).

  • 19/12/2019 19:13:18

    Angola tem mais de seis milhões de utilizadores de internet

    Luanda - O país tem actualmente seis milhões, cento e setenta e três mil, quatrocentos e setenta e seis utilizadores de internet, informou nesta quinta-feira, em Luanda, o presidente do Conselho de Administração (PCA) do Instituto Angolano das Comunicações (Inacom), Leonel Augusto.